Ministérios das relações exteriores e das finanças desmentem interesse no Petro da Venezuela

Os ministérios das finanças e dos negócios estrangeiros da Polônia rejeitaram os rumores de um possível interesse polonês em negociar com a Venezuela na nova moeda Petro do país, conforme noticiado pela imprensa polonesa Gazeta.pl na sexta-feira, 23 de Fevereiro.

O site de notícias patrocinado pelo governo venezuelano TeleSur relatou no início de Fevereiro que a nova criptomoeda havia encontrado investidores estrangeiros, incluindo a própria Polônia, que estavam interessados em receber Petro para alimentos e remédios.

O Ministério das Finanças da Polônia disse à Gazeta.pl hoje que o país, de fato, "não recebeu nenhum material sobre esse assunto" e que as criptomoedas não são legais na Polônia . As moedas digitais não são geralmente usadas nos serviços e nem no comércio.

O ministério dos negócios estrangeiros da Polônia também disse à Gazeta.pl:

"A Polônia não reportou interesse em transações com o uso da criptomoeda Petro".

A Oferta inicial de moedas (ICO) do Petro foi lançada em 20 de Fevereiro, supostamente trouxe   mais de $735 milhões, de acordo com o Twitter do presidente venezuelano, Nicolas Maduro. Nenhum número oficial foi comunicado para o ICO do Petro.

A negação de interesse no Petro vem em uma tendência mais ampla de suspeita em relação às criptomoedas na Polônia. O banco central da Polônia recentemente admitiu ter financiado uma campanha de mídia social contra criptomoedas. Ao mesmo tempo, o Polish Blockchain Technology Accelerator (PATB) anunciou que uma de suas equipes está trabalhando no desenvolvimento de uma criptomoeda nacional na Polônia, o digital Złoty, dPLN.

Os desenvolvedores do dPLN removeram as propriedades especulativas do dPLN, estão considerando conectar seu valor ao Złoty e partiram do uso da tecnologia de contabilidade distribuída para sua transmissão. Após este anúncio, o PATB perdeu o apoio de seu principal patrono, o ministério da digitalização, que afirmou:

"O ministério da digitalização apoia o desenvolvimento da tecnologia de registro distribuído, no entanto, não executa nenhum projeto e pesquisa relacionada à criptomoeda. Também gostaríamos de informá-los de que o ministério da digitalização retirou seu patrocínio para o Blocklock Technology Accelerator da Polônia ".