Gigante de pagamentos Visa adquire fintech Plaid por US$ 5,3 bilhões

O gigante de pagamentos Visa adquiriu a empresa de tecnologia financeira Plaid por US$ 5,3 bilhões, de acordo com um comunicado publicado em 13 de janeiro.

Como parte do anúncio, a Plaid desenvolve uma rede que permite aos usuários conectar facilmente suas contas financeiras aos aplicativos que usam para gerenciar suas vidas financeiras.

Os produtos da empresa permitem o compartilhamento conveniente de informações financeiras com milhares de aplicativos e serviços, permitindo que os usuários vinculem várias contas.

O anúncio afirma que 75% dos consumidores com acesso à Internet no mundo usavam um aplicativo fintech para movimentar fundos. Como tal, "tornou-se cada vez mais importante facilitar a capacidade dos consumidores de usar aplicativos fintech". O presidente e CEO da Visa, Al Kelly, comentou:

“A Plaid é líder no mundo das fintech de rápido crescimento, com os melhores recursos e talentos da categoria. A aquisição, combinada com os nossos muitos esforços de tecnologia já em andamento, posicionará a Visa para agregar ainda mais valor aos desenvolvedores, instituições financeiras e consumidores. ”

A Plaid também atende a carteira de criptomoedas Abra, enquanto a exchange Coinbase também usa os serviços da empresa para facilitar informações bancárias dos clientes.

Interesse da Visa na inovação

 

A Visa espera que a aquisição permita trabalhar mais estreitamente com empresas de tecnologia financeira. Kelly explicou que a aquisição da Plaid faz a transição do Visa de conectar compradores e vendedores para conectar consumidores com serviços de tecnologia financeira.

A aquisição ainda está sujeita às condições regulatórias para ser concluída e não terá impacto no programa de recompra de ações ou na política de dividendos anunciada anteriormente pela Visa. Espera-se que o acordo seja fechado nos próximos três a seis meses.

A Visa demonstra interesse ativo em inovações no setor de fintech. Em outubro, Kelly disse que a empresa ainda está em discussões com o Facebook sobre o Libra, apesar da pressão sobre o projeto por parte dos reguladores globalmente.

No final de setembro, a Visa anunciou uma parceria com o Revolut, aplicativo bancário digital do Reino Unido. A parceria permitiu à Revolut lançar seu produto em novas jurisdições, incluindo Austrália, Brasil, Canadá, Japão, Nova Zelândia, Rússia, Cingapura e Estados Unidos.