Regulador financeiro de Nova York concede BitLicense para Robinhood e LibertyX

O aplicativo de negociação de ações e cripto Robinhood recebeu uma licença da BitLicense para operar em Nova York, informou o Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York (DFS) em 24 de janeiro.

O Robinhood agora tem permissão para negociar com sete criptomoedas - incluindo Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Bitcoin Cash (BCH) e Litecoin (LTC) - no estado norte-americano de Nova York.

De acordo com o DFS, o Robinhood também recebeu uma licença de transmissão de dinheiro.

No verão passado, fontes anônimas deram conta de que o Robinhood estava em negociações para garantir uma licença bancária nos EUA. O aplicativo começou a permitir negociações com cripto de taxa zero em fevereiro de 2018 - com mais de 1 milhão de inscrições para acesso antecipado - e anunciou que arrecadou 363 milhões de dólares em maio de 2018 para expandir sua plataforma de negociação de cripto.

O aplicativo também está buscando lançar uma oferta pública inicial, de acordo com reportagens de 2018 da TechCrunch. A Reuters relata hoje o Robinhood como sendo avaliado em 5,6 bilhões de dólars.

O DFS também aprovou uma BitLicense para a LibertyX, que é a primeira destinatária da licença em moeda virtual que permitirá aos usuários comprar Bitcoin com cartões de débito de caixas eletrônicos tradicionais.

A LibertyX, que lançou seu primeiro caixa eletrônico Bitcoin em 2014, observa em seu site que possui milhares de locais, incluindo quiosques de débito e caixas eletrônicos tradicionais que permitem que seus clientes comprem Bitcoin.

Com a adição de Robinhood e LibertyX, o DFS já deu aprovação para 16 empresas na esfera das moedas digitais.

A BitLicense de Nova York é uma licença comercial - introduzida pela primeira vez em 2015 - que permite que os detentores lidem com criptomoedas de acordo com as diretrizes regulatórias definidas pelo estado. Após sua introdução inicial, que levou algumas empresas a deixar o estado criticando seus requisitos aparentemente rigorosos, seus beneficiários incluem a empresa de pagamentos cripto Circle, a Genesis Global Trading e a empresa de serviços financeiros Square.