Gabinete do Procurador Geral de Nova Iorque lança inquérito sobre plataformas de negociação de criptomoedas

O procurador geral de Nova Iorque, Eric T. Schneiderman, lançou a “Iniciativa de Integridade dos Mercados Virtuais”, uma “investigação sobre as políticas e práticas” das plataformas de negociação de moeda digital, de acordo com um comunicado de imprensa de 17 de abril.

Como parte da iniciativa, foram enviadas cartas a treze das principais casas de câmbio de criptomoedas, solicitando informações sobre suas operações, controles internos e outras questões importantes. Schneiderman disse no comunicado:

“Com a disparada da criptomoeda, os consumidores em Nova Iorque e em todo o país têm o direito à transparência e responsabilidade quando investem seu dinheiro. No entanto, com muita frequência, os consumidores não têm os fatos básicos de que necessitam para avaliar equidade, integridade e segurança dessas plataformas de negociação. Nossa Iniciativa de Integridade de Mercados Virtuais pretende mudar isso, promovendo a responsabilidade e transparência no mercado de moeda virtual que os investidores e consumidores merecem”.

Como parte de um esforço para proteger os investidores e usuários de criptomoedas e aumentar a transparência em como as plataformas de negociação de moeda virtual operam, um questionário de três páginas foi entregue às bolsas de valores. O questionário pede que as plataformas forneçam informações como a abordagem para combater a manipulação do mercado, a operação de bots, o uso de informações comerciais não públicas e a proteção dos fundos dos clientes.

A ação supostamente visa trazer aos investidores médios uma melhor compreensão dos riscos e proteções associados às plataformas de negociação de criptomoeda. O comunicado dizia:

“Frequentemente, as plataformas carecem das proteções básicas de mercado de que diapõem plataformas tradicionais de investimento. Além disso, a extensão das divulgações aos clientes sobre regras de negociação, controles internos e outras práticas básicas varia de plataforma para plataforma, tornando difícil ou impossível para os possíveis usuários avaliarem os riscos reais de negociação em uma plataforma específica”.

Foram enviadas cartas para casas de câmbio de criptomoedas como Coinbase, Inc. (GDAX), Gemini Trust Company, bitFlyer USA, Inc., iFinex Inc. (Bitfinex), Bitstamp USA Inc., Payward, Inc. (Kraken), Bittrex, Inc. , Circle Internet Limited Financeira (Poloniex LLC), Binance Limited, Elite Way Developments LLP (Tidex.com), Gate Technology Incorporated (Gate.io), Itbit Trust Company e Huobi Global Limited (Huobi.Pro).