Perverso! Bitcoin.com removido da lista de sites seguros em cista da "ameaça" SegWit2x

O website de alerta contra golpes em criptomoedas Badbitcoin.org removeu notícias e informações populares do Bitcoin.com da sua 'Safelist' (lista segura) de recursos confiáveis.

Em uma jogada surpreendente, aparentemente decorrente do apoio do CEO Roger Ver ao vindouro hard fork SegWit2x, o Badbitcoin tuitou na sexta-feira que um lugar em sua Safelist era um "privilégio".

"A inclusão em nossa safelist é um previlégio (sic) que não pode ser comprado", escreveu, sugerindo que também removeria a BitPay e Xapo.

Badbitcoin.org #no2x diz: 1/2 Removemos o bitcoin.com e qualquer outra referência da nossa #safelist. Mais sites #2x serão removidos e podem contar suas perdas - 2/2 A inclusão em nossa safelist é um previlégio que não pode ser comprado e nós mandamos tráfego livre e seguro. @xapo e @bitpay Vocês são as próximas! #NO2x

Tumulto

O movimento significa que o Bitcoin.com se aloja em uma área cinza aos olhos do diretório, que existe desde 2014 e agora é amplamente conhecido. Uma nova deterioração poderia ver o produto de Ver listado no mesmo nível de infames quase-fraudes como OneCoin e MMM Global.

A causa do tumulto parece ser o aumento das acusações de jogo sujo por parte dos defensores e desenvolvedores do SegWit2x, que planejam fork off (bifurcar) a rede Bitcoin em novembro.

Justificando suas ações, o Badbitcoin citou um tuíte do desenvolvedor da Samourai Wallet TDevD, que afirmou que o Bitcoin.com era uma "ameaça direta destinada ao coração do que nós defendemos".

TDevD aka "Crud" diz: Um grande problema agora. Caras como BCASH & 2x baterndo forte nestes vetores de ataque. O Bitcoin-ponto-com é uma ameaça direta ao coração do que nós defendemos

Enquanto isso, a retórica em torno do próximo hard fork aumentou significativamente de intensidade, envolvendo figuras importantes, como o CEO da Blockstream, Adam Back.

A fenda na comunidade é uma reminiscência do debate de escala do Bitcoin, com discussões constantes centradas em redes sociais envolvendo tanto apoiadores quanto adversários do SegWit2x..