Fideicomissário da Mt. Gox publica números finais de vendas de bitcoins totalizando US $ 230 milhões

Nobuaki Kobayashi, fideicomissário da extinta casa de câmbio de criptomoedas Mt.Gox, divulgou uma nova declaração na terça-feira, 25 de setembro. Segundo o documento, Kobayashi liquidou quase 26 bilhões de ienes (US $ 230 milhões) em Bitcoin e Bitcoin Cash em cerca de quatro meses.

Kobayashi, que é conhecido como “a Baleia de Tóquio” devido às várias rodadas de liquidação de criptomoeda que ele assumiu em nome da Mt. Gox desde o terceiro trimestre de 2017, afirmou ter vendido 24.658 BTC e 25.331 BCH.

As transações ocorreram “durante o período entre a reunião do 10º credor no processo de falência (ou seja, de 7 de março de 2018) até o início dos procedimentos de reabilitação civil”, confirma o comunicado.

No final de junho, os tribunais japoneses aprovaram uma petição para a casa começar a reabilitação civil, que teve o efeito de pagar novamente credores em BTC e acabar com as liquidações de Bitcoin.

Antes disso, Kobayashi havia recebido críticas de investidores em criptomoeda sobre o alegado impacto negativo que suas vendas estavam tendo sobre os preços do Bitcoin.

No total, as últimas transações renderam um total de 25.975.702.352 de ienes (230.286.153 de dólares), resultando em um preço médio por 1 BTC de cerca de US $ 8111 e US $ 1195 por 1 BCH.

A declaração de Kobayashi acrescentou que ele informaria os credores mais tarde sobre os próximos passos que devem seguir como parte do processo de receber fundos perdidos no hack de 850.000 BTC da Mt.Gox.