"Os bancos não podem nos impedir de usar a blockchain", afirma parlamentar da União Europeia

Eva Kaili, representante grega no MEP da União Europeia, declarou que os bancos centrais têm muito controle sobre os depósitos das pessoas, de acordo com um post publicado no blog do Ripple em 8 de fevereiro.

De acordo com o post, Kaili fez os comentários no evento Ripple Regionals em Londres na semana passada. A parlamentar disse ter percebido que os bancos centrais tinham muito controle sobre os fundos das pessoas depois da crise da dívida na Grécia.

Durante sua palestra - dedicada à forma como a UE irá regulamentar a blockchain e as criptomoedas - Kaili também afirmou acreditar que a tecnologia blockchain permeia todos os setores da vida:

“Por sua natureza, a tecnologia blockchain não reconhece fronteiras, [...] é imparável.”

Ela também alertou o público que “[você será interrompido se não tentar entendê-lo. Em vez disso, você precisa ver o potencial.”

Falando sobre os benefícios que os sistemas baseados em blockchain poderiam trazer para pagamentos entre países - como o processamento mais rápido e as taxas mais baixas em relação aos sistemas legados - Kaili declarou:

“Se houver benefícios para os cidadãos europeus, não há bancos que possam nos impedir de usar [blockchain].”

Kaili é uma figura chave na defesa do financiamento para o desenvolvimento da blockchain na Europa e na clareza em torno dos regulamentos.

Como o Cointelegraph informou anteriormente, em maio de 2018, o Comitê de Indústria, Pesquisa e Energia do Parlamento Europeu aprovou uma resolução de autoria de Kaili, que delineava os benefícios da adoção da tecnologia blockchain e e do registro distribuído.

Em dezembro de 2017, Kaili argumentou em um diálogo político do Parlamento Europeu que as criptomoedas aumentariam a descentralização e tornariam os intermediários menos relevantes.