Marca moda de luxo Alyx vai usar DLT da Iota para rastrear cadeia de suprimentos

A marca de moda de luxo Alyx vai suar a tecnologia de contabilidade distribuída (DLT) da Iota para rastrear sua cadeia de suprimentos, conforme a rede de notícias de criptomoedas The Block reportou em 15 de maio.

Segundo o texto, o sistema da Iota será implementado em parceria com a fabricante global Avery Dennison para permitir que clientes da Alyx tenham visão completa da cadeia de suprimentos. Ao escanear QR codes com um aplicativo, será possível rastrear o curso percorrido por um item desde a criação até o ponto de vendas.

O The Block diz que os dados sobre o local de produção, a data e as matérias-primas do vestuário serão armazenados no DLT da Iota, permitindo que os usuários o consultem. Debbie Shakespeare, diretora sênior de sustentabilidade e conformidade da Avery Dennison, comentou:

“Marcas e consumidores podem confiar que as informações que estão vendo sobre o processo de criação do vestuário é 100% preciso."

De acordo com a agência de notícias fashion GQ, o diretor criativo da Alyx Matthew Williams explicou que a marca põe ênfase na sustentabilidade através do uso de materiais recicláveis e, por exemplo, um processo de tingimento de couro que consome CO2. Finalmente, ele anúnciou:

“Estamos dando um passo adiante: vamos ser a primeira marca a introduzir a tecnologia blockchain este mês em Copenhague.”

Como o Cointelegraph noticiou em março, a marca de scotch whisky de luxo Ailsa Bay estaria pronta para lançar o que seria o primeiro whisky rastreado por um sistema baseado em blockchain.

Em fevereiro, o Ministério da Educação e Ciências da Rússia também introduziu uma plataforma blockchain para rastrear diamantes.