Litecoin fracassa em alcançar os US$ 100 em rali pós-halving, mas 97% do hash rate permanece firme

Menos de um dia após o halving do Litecoin (LTC), sua taxa de hash parece ser mais robusta do que nunca.

Em um "tuíte postado em 5 de agosto - pouco menos de 22 horas após o evento de halving - o criador do Litecoin, Charlie Lee, observou que:

“504 blocos foram minerados desde o halving. Isso é 1/4 do caminho para a próxima mudança de diff. 21,65 horas se passaram desde o halving. Normalmente, em média, leva 21 horas para 504 blocos. Isso significa que 97% do hashrate pré-halving ainda está minerando LTC”.

FUD de mineração desmascarado

O halving - ou a redução pré-codificada de 50% das recompensas por mineração para uma determinada criptomoeda - é um evento que é observado de perto pela comunidade de cripto por seu impacto tanto no preço quanto nos mineradores.

Para o Litecoin, as recompensas diminuem a cada 840.000 blocos - um processo que ocorre a cada quatro anos. A velocidade de bloco do Litecoin é de aproximadamente 2,5 minutos, com cerca de 576 blocos gerados por dia, conforme relatado anteriormente.

Antes do último halving do Litecoin, Lee havia notavelmente alertado que a redução da recompensa poderia ser um choque para o ecossistema de mineração da moeda, observando que:

“Quando as recompensas de mineração caem pela metade, isso deixa de ser lucrativo para algumas mineradoras e desligam suas máquinas. Se uma grande porcentagem fizer isso, o número de blocos diminuirão por algum tempo”.

No entanto, como revelam os dados de ontem, esse choque não parece ter se materializado, com os mineradores não se preocupando com as menores recompensas oferecidas a eles em troca de seu poder de hash.

Ondas no mercado

Entendendo que uma criptomoeda tenha um limite no total de moedas a serem mineradas - como Litecoin e Bitcoin (BTC) - a redução de recompensa deve, de acordo com a teoria econômica de oferta e demanda clássica, ter um impacto de alta na avaliação de um ativo.

Enquanto a saúde da mineração do Litecoin parece ser firme, o evento da metade traduziu-se em uma espécie de apreciação de preço passageira. A moeda viu um aumento de 13% na sua cotação do USD, ontem, para US$ 104, já que o Litecoin está novamente circulando abaixo dos US$ 100, a US$ 98.

No que diz respeito ao preço, Lee argumentou recentemente que o sentimento do mercado complica o impacto da redução de uma criptomoeda, propondo que a antecipação do evento pelos comerciantes - ao invés de escassez - é o que cria uma profecia autorrealizável para aumentar a valorização da moeda.

Enquanto isso, a continua a crescer a expectativa sobre o evento do Bitcoin (BTC), que passará por um halving em maio de 2020.