'Libra do Facebook foi mal calculada' afirma cofundador da CoinMetrics

Nic Carter, co-fundador da empresa de análise de criptomoedas CoinMetrics, afirmou em uma recente entrevista que o Facebook cometeu um grande erro de cálculo com o projeto Libra

A nova stablecoin do Facebook recebeu muitos comentários céticos da comunidade de criptomoedas quando foi anunciada pela primeira vez. 

A moeda digital da gigante das redes sociais é chamada de stablecoin pois seu valor estará atrelado à moedas fiduciárias. Ao contrário do Bitcoin, o Libra terá um valor fixo em relação às moedas nacionais.

O sentimento negativo em relação ao projeto parece ter diminuído, mas muita gente ainda contesta a utilidade e a função do Libra. 

Carter é um deles. Ele disse que o Facebook tinha a ideia de criar algo que poderia resultar em uma moeda internacional através da sua plataforma de mensagens, mas a pluralidade de moedas nacionais pode atrapalhar o projeto.

Disse Carter:

"O Libra pensou que teria essa reserva e a preencheremos com todas essas moedas estrangeiras e um pouco de dólar. Obviamente, isso vai ofender o Congresso. Porque o dólar representa 70% de todo o comércio internacional.”

Carter também falou sobre o histórico do ambiente das criptomoedas e disse que os usuários desta tecnologia vêm sendo bombardeados por notícias negativas constantemente.

Segundo ele, isso vem da mídia, atores estatais e golpes envolvendo ativos digitais. 

O analista acredita que recentes golpes com criptomoedas podem estar impactando o mercado.

Carter citou o caso da morte de Gerald Cotten (fundador da exchange QuadrigaCX) que faleceu e fez com que milhares de pessoas perdessem milhões de dólares, sem acesso aos fundos armazenados na exchange.

O co-fundador da CoinMetrics complementou dizendo:

“Cotten foi um bom estudo de caso. O que as pessoas pensavam que era o caso não era o caso, como foi relatado. Eu era super cético em relação à história original - que esse cara acabou de perder algumas chaves. Ele basicamente operava uma exchange de Ponzi.

É realmente uma história sobre banco de reservas fracionárias e como tudo dá errado quando as pessoas pensam que uma exchange não tem reservas suficientes. Nesse ponto, haverá uma corrida no banco. É por isso que realmente agito por provas de reserva.

As exchanges devem publicar atestados periódicos de que possuem valor X. Quadriga deve ser um catalisador para isso. Mas ninguém deu a mínima.

Não tinha nada a ver com a segurança do Bitcoin ou da custódia. Ele entrou em colapso porque esse cara era um fraudador. Por qualquer motivo, as pessoas não exigem provas da solvência real, pelo menos com o vigor que possam questionar os bancos.”

O caso da morte do fundador da exchange QuadrigaCX ainda não está encerrado por completo. Como publicou o Cointelegraph, as vítimas da exchange estão pedindo a exumação do corpo de Cotten para confirmar sua morte.