'Vamos queimar todos os 980.000 BTC de Satoshi', sugere CEO da exchange Paxful

O CEO da exchange de Bitcoin peer-to-peer (P2P) Paxful sugeriu "queimar" os 980.000 BTCs originalmente minerados pelo criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto. A ideia de Ray Youssef foi imediatamente recebida com hostilidade por muitos dos grandes nomes da comunidade de criptomoedas mundial.

Youssef propôs a "queima" do Bitcoin Satoshi em um post no Twitter, que foi logo deletado. A lógica por trás disso parece ser a de que, com a ameaça de perder todas as moedas, o real visionário do Bitcoin se revelaria.

A proposta de Youssef é uma resposta ao recente fiasco "MyReveal", onde, como mostrou o Cointelegraph, mais uma pessoa afirmou ser o próprio Satoshi Nakamoto.

A suposta auto-revelação do criador do Bitcoin foi recebida com grande ceticismo, com quase todos concordando que Bilal Khalid não seria o cérebro por trás da criptomoeda. Desde que as postagens “MyReveal” foram concluídas com uma proposta para uma nova criptomoeda, a história foi descartada.

Youssef, então, propôs um método radical para fazer com que o Nakamoto real se apresente. 

A ideia foi imediatamente abatida por muitos nomes proeminentes da indústria de criptomoedas. Alguns argumentaram que tal sugestão invalidaria inteiramente a proposição de valor central do Bitcoin - imutabilidade.

Um usuário escreveu que isto iria estabelecer um “precedente horrível” e outro argumentou que ser forçado a declarar publicamente que você "ainda quer manter a sua riqueza" não é o objetivo da rede Bitcoin.

Fornecer informações técnicas sobre a logística de tal queima de moeda foi o papel do desenvolvedor do Bitcoin Core "LukeDashjr", que afirmou que isso exigiria mais apoio do que oposição em toda a rede para ativar o tal fork.

Ele então passou a questionar as implicações morais da idéia. Depois de afirmar que, eticamente falando, o próprio Satoshi precisaria consentir com a "queima", ele escreveu:

“Ausência de consentimento de objeção? Bem, essa é uma suposição que tivemos para literalmente qualquer outra mudança de protocolo... ”

Embora essa "queima" pudesse tornar o Bitcoin ainda mais escasso, o que faria seu preço aumentar, grandes nomes da indústria tomaram uma posição contrária aos possíveis lucros no curto prazo em favor da preservação da rígida política monetária do Bitcoin. 

Apesar da polêmica, muitos acreditam que o verdadeiro Satoshi Nakamoto seja Hal Finney. Além de fazer parte da lista de criptógrafos com que Satoshi conversou durante a criação do Bitcoin, Finney foi a segunda pessoa a rodar um node de Bitcoin depois de Satoshi.

O especialista em Bitcoin Vijay Boyapati explicou o processo gênese do Bitcoin em uma thread no Twitter.

Outra grande figura do mundo das criptomoedas que alega ser Satoshi Nakamoto é Craig Wright. A alegação, entretante, carece de provas. Conforme reportado pelo Cointelegraph, a Justiça dos EUA vêm negando todos os recursos de Wright.