Empresa líder no setor de pagamentos na Índia começa casa de câmbio cripto

A crescente popularidade do Bitcoin e outras criptomoedas na Índia levou a múltiplas casas de câmbio que operam na Índia. A última casa de câmbio a ser lançada é a Coinome, que é apoiada pela BillDesk, uma das principais empresas de serviços de pagamento da Índia.

BillDesk, um nome familiar

No campo dos pagamentos digitais, a BillDesk é um nome familiar na Índia. Foi fundada em 2000 por uma equipe de profissionais ex-Arthur Andersen e seus serviços de pagamento e rede de processamento são utilizados por muitas instituições financeiras. Dois dos principais bancos do setor público da Índia - o Banco Estatal da Índia e o Bank of Baroda investiram na BillDesk. A BillDesk é uma participante na Lei dos Programas de Pagamentos e Assentamentos de 2007 e é supervisionada pelo Reserve Bank India (RBI). A entrada da entidade apoiada pela BillDesk no espaço de criptomoeda mostra a crescente legitimação e integração do Bitcoin na Índia.

Múltiplas criptomoedas a serem suportadas

A Coinome tem planos de expansão rápida, a partir de duas criptomoedas (Bitcoin e Bitcoin Cash) e suporte a mais de 20 criptomoedas em um ano. A empresa planeja alavancar as capacidades da BillDesk no espaço de pagamentos para promover a criptomoeda e atrair clientes.

Vivek Steve Francis, CEO da Coinome, disse:

"Na Coinome, estamos ansiosos por trazer criptomoedas para as massas. A Índia, com um número limitado de casas de câmbio que suportem múltiplas criptomoedas, oferece imensas oportunidades. No próximo ano, nosso objetivo é apoiar até 20 criptomoedas populares e promover o mesmo nas massas indianas como alternativas comercialmente viáveis para a construção de seus ativos digitais. A experiência da BillDesk em pagamentos seguros on-line apoiará a Coinome na promoção de criptomoeda como vias viáveis para investimentos, transações e construção de ativos digitais".

Verificação KYC rápida prometida

A Coinome promete uma verificação rápida do conheça seu cliente (KYC), para os usuários que fornecerem seu número aadhar. A conclusão da verificação KYC é obrigatória para aqueles que querem negociar em fiduciário (Rúpia Indiana). Dado que existem apenas dois pares de moedas negociados na Coinome (BTC-INR e BCH-INR), a verificação KYC é obrigatória para todos os seus clientes. Ao enviar o número aadhar e confirmar a senha de uma só vez enviada para um número de celular vinculado, os clientes podem completar sua verificação KYC instantaneamente. Enquanto usar um número aadhar para completar a verificação KYC é conveniente, é irônico que um programa intrusivo de registro do governo esteja sendo usado em um domínio onde o pseudonimínio é a norma.

A espada de Damocles paira sobre casas de câmbio

O Bitcoin é uma opção de investimento popular para indianos jovens e as casas de câmbio de criptomeoda estão florescendo na Índia. No entanto, nem o RBI nem o governo indiano deixaram sua posição clara sobre o uso do Bitcoin na Índia. A ameaça do governo que proíbe o uso de criptomeodas na Índia paira sobre a indústria como a espada de Damocles. Um comitê que foi criado pelo governo para analisar criptomoedas, teria supostamente solicitado ao governo proibir o uso de todas as criptomoedas. A falta de clareza sobre o status do Bitcoin resultou mesmo na apresentação de uma petição no Supremo Tribunal, pedindo ao governo que forneça orientação clara. A menos que o governo tome uma posição firme, as casas de câmbio de criptomoeda hesitarão em expandir suas operações no governo indiano.

Símbolo secreto № 5: V


Siga-nos no Facebook