Justiça determina que Atlas pague Bitcoins de cliente que precisa pagar tratamento da esposa

A Justiça do Estado de São Paulo decidiu nesta terça-feira, 24 de setembro, em primeira instância, que a Atlas Quantum terá de ressarcir um de seus clientes que aguarda por um saque para pagar o tratamento médico de sua esposa, sob pena de multa caso a empresa não cumpra a decisão.

O cliente Fabio de Almeida Oliveira teria requerido o saque de 0,52285398 Bitcoins, equivalentes a R$ 21.826,92, no dia 6 de setembro, não tendo recebido o valor solicitado até o momento.

A decisão judicial reconhece a demora no pagamento da empresa e que o autor da ação necessita do dinheiro para custear o tratamento de saúde de sua companheira, que estaria se tratando de um câncer.

O juiz dá um prazo de 5 dias úteis para a Atlas pagar o que deve a Fabio Oliveira, sob pena de multa diária de R$ 100. Além disso, ela estabelece uma audiência de reconciliação entre as partes para o dia 5 de dezembro.

A empresa brasileira de investimentos cripto Atlas Quantum tem sofrido nos últimos meses para honrar os compromissos de saques com seus clientes, sob a alegação de que estaria tendo problemas para verificar a identidade de suas contas em exchanges internacionais.

Na semana passada, a Atlas Quantum confirmou publicamente que não tem prazo para normalizar saques de Bitcoin, como noticiou o Cointelegraph Brasil.