JPMorgan compra a otimista no Bitcoin WePay em "raro" movimento Fintech

O gigante bancário global imprevisível JPMorgan comprou a rede de pagamentos WePay em uma "rara" aquisição fintech.

A mudança está voltada para os quatro milhões de clientes empresariais do JPMorgan, que quer ser capaz de aceitar os pagamentos "mais rápido", informa a Bloomberg.

O banco saiu nas manchetes várias vezes ao longo do mês passado, depois que seu CEO Jamie Dimon chamou o Bitcoin de "fraude", apenas para dar uma volta de 180 graus em seus comentários e "não falar sobre o Bitcoin". Ao mesmo tempo, o executivo sênior disse que a empresa teve "mente aberta" sobre criptomoeda e Blockchain.

A WePay insinuou uma posição marcadamente diferente, o CEO Bill Clerico disse que ele estava "otimista no Bitcoin" já em 2014.

"Como um protocolo, sobreviverá e, à medida que as ferramentas nos pagamentos evoluírem, ele crescerá", ele tuitou.

WePay diz: P: Bitcoin real ou não? R: @billclerico, sou otimista no Bitcoin. Como um protocolo, sobreviverá e, à medida que as ferramentas de pagamentos evoluírem, ele crescerá.

"Esta é a primeira aquisição que trouxemos deste tipo", disse Bloomberg, enquanto cita o CEO do JPMorgan, comerciante de serviços, Matt Kane.

"A pequena empresa no JPMorgan é um enorme foco estratégico para nós. Sabemos que é a força vital da economia, bem como um dos maiores setores de crescimento que temos".

A mudança ocorre na mesma semana em que a IBM anunciou que estava usando o Stellar para sua solução de pagamentos internacionais baseada em Blockchain, algo que despertou o interesse dos principais operadores bancários.