Joseph Lubin nomeia Berlim como a cidade mais importante do "Blockchain Cosmos"

O cofundador da Ethereum, Joseph Lubin, referiu-se a Berlim como "a cidade mais importante do cosmos blockchain", informou a Cointelegraph auf Deutsch em 25 de julho.

Lubin disse que "Berlim tem a infraestrutura, Berlim tem talento, programadores realmente bons estão aqui". Lubin acrescentou que, se Berlim quiser manter seu status de hub de blockchain, "o governo precisa criar mais programas para promover o blockchain".

De acordo com Lubin, o blockchain ainda está em sua infância. O cofundador da Ethereum, que agora está se concentrando no desenvolvimento de aplicativos no blockchain Ethereum com sua empresa ConsenSys, disse:

"Vimos muitas bolhas explodindo e as veremos com mais frequência em blockchain e criptomoeda. Quando estava em US $ 30, o Bitcoin era uma bolha; a US $ 200 e a US $ 20.000 o mesmo."

Mesmo que ele esteja menos interessado em criptomoedas, o hype em torno do Bitcoin é qualquer coisa, menos ruim, de acordo com Lubin, porque trará mais dinheiro para o mercado e impulsionará a tecnologia.

A principal preocupação de Lubin é desenvolver o próximo estágio da Internet, ao qual ele se refere como Web 3.0. Segundo Lubin, a “velha web” tem muitos erros; as pessoas não têm controle sobre seus dados, o que significa que as empresas podem capitalizar os dados do usuário e não há um sistema rápido para liquidar pagamentos internacionais.

Lubin disse: "Temos que nos afastar dos silos, das empresas que coletam dados e ganham dinheiro e as pessoas deveriam ter tudo isso de volta em suas mãos".

Em entrevista à Cointelegraph, Lubin disse que quando Vitalik Buterin apresentou a descrição para as plataformas Ethereum “era essencialmente a mais elegante, a mais poderosa descrição de uma plataforma blockchain até aquele ponto”.

Lubin acrescentou que a Ethereum “possibilitou que, essencialmente, bilhões de engenheiros de software não se preocupassem muito com o que está acontecendo na camada de protocolo e apenas construíssem ferramentas semelhantes ao que estão acostumados a usar, ao criar aplicativos da Web e aplicativos móveis e identificar seu próprio problema e construir sua própria solução.”