John McAfee vai lançar criptomoeda ‘Freedom Coin’ neste outono do hemisfério norte

O entusiasta cripto e touro do Bitcoin (BTC), conhecido nome de software antivírus e presidenciável dos Estados Unidos para 2020 John McAfee está lançando sua própria criptomoeda independente, de acordo com um post oficial no Twitter 

De acordo com o site da anunciada criptomoeda, a “McAfee Freedom Coin” será lançada em algum momento do outono do hemisfério norte, segunda metade de 2020. A McAfee Freedom Coin busca total independência e isolamento das moedas tradicionais, ativos e exchanges, em um esforço para encontrar o “Santo Graal das criptomoedas — a liberdade econômica”.

De acordo com McAfee, estas são as propriedades desejadas para a criptomoeda:

“O que é necessário é uma moeda desconectada de moedas fiduciárias e outras moedas cripto do tipo — uma moeda sem valor de dinheiro, mas aceita universalmente... Ela não é baseada em nenhuma commodity nem é conectada ao comportamento de valor de qualquer item externo ou entidade. O valor da moeda será sempre zero em relação a qualquer outra moeda, mas mesmo assim seu valor natural de mercado é completamente livre para crescer.”

Como já noticiado pelo Cointelegraph, McAfee disse que planeja concorrer à presidência dos Estados Unidos em 2020 em um barco em águas internacionais, já que supostamente foi indiciado pelo Serviço da Receita Federal (IRS) dos EUA.

McAfee não teria feito segredo da evasão de impostos, dizendo que ele não pagou impostos por oito anos. Sua campanha presidencial tampouco é uma iniciativa séria pelo cargo, mas sim uma declarada tentativa de promover criptomoedas como meio de garantir liberdade pessoal para cidadãos.

Em notícias recentes, McAfee disse que descobriu a identidade do misterioso criador do Bitcoin Satoshi Nakamoto, que seria um homem residente dos EUA.  McAfee aparentemente planejava revelar a identidade de Nakamoto, mas interrompeu os planos por conselho de seu advogado de extradição:

“O pedido de extradição dos EUA para as Bahamas é iminente. Eu me encontrei com Mario Gray, meu advogado de extradição, e agora está claro que divulgar a identidade de Satoshi neste momento poderia influenciar o julgamento e arriscar minha extradição. Eu não posso arriscar isso. Eu vou esperar."