MUFG, gigante bancário do Japão, assina memorando de entendimento para desenvolver remessas baseadas em Ripple para o Brasil

Uma holding japonesa de bancos e serviços financeiros Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc. (MUFG) disse que usará o Ripple (XRP) para criar um novo serviço de pagamentos internacionais para o Brasil em um comunicado à imprensa em 9 de novembro.

O MUFG, que demonstrou um crescente interesse em produtos de criptomoeda, fará parceria com o Banco Bradesco do Brasil para criar a plataforma através de sua subsidiária local, o Banco MUFG Brasil.

Confirmando que as duas partes haviam assinado um Memorando de Entendimento (MoU), o MUFG reiterou sua fé na tecnologia do Ripple, depois de se juntar ao grupo de direção de pagamentos globais em março do ano passado.

"O novo sistema de pagamento [...] ajudará os bancos enquanto eles trabalham para comercializar uma solução de pagamento transfronteiriço de alta velocidade, transparente e rastreável entre o Japão e o Brasil", afirma o comunicado de imprensa.

O MUFG e o Bradesco já haviam trabalhado juntos em iniciativas que datam da década de 1970, acrescenta o lançamento, sem dar um prazo no qual o produto do Ripple deve ser lançado.

O Japão ampliou seus serviços de pagamento voltados ao consumidor de maneira mais geral este ano, já que a escassez de mão-de-obra aumenta as oportunidades dos trabalhadores migrantes.

Em junho, uma iniciativa separada envolvendo a RIZAL COMMERCIAL Banking Corp, das Filipinas, buscou enviar remessas de blockchain usando tecnologia da IBM.

Enquanto isso, o Ripple é o assunto de vários planos de remessa feitos por bancos no Japão e em outros lugares.