Holding multinacional japonesa SoftBank anuncia grupo de trabalho de identidade blockchain

O conglomerado de empresas multinacionais japonês SoftBank Corp. SoftBank Corp. e a TBCASoft, empresa americana de telecomunicações focada em blockchain, devem liderar um novo grupo de estudo de identificação digital baseado em blockchain sob a batuta do Carrier Blockchain Study Group (CBSG). O desdobramento foi anunciado em um comunicado de imprensa do SoftBank de 26 de fevereiro.

Como publicado anteriormente, o CBSG - um consórcio global blockchain de operadoras de telecomunicações - foi fundado em setembro de 2017, em uma tentativa de promover uma maior adoção da tecnologia no setor. Juntamente com Softbank e TBCASoft, a organização conta com a operadora de telecomunicações Far EasTone, com sede em Taiwan e a firma de telecomunicações Sprint, sediada nos EUA, como membros fundadores.

O anúncio de hoje revela que o novo grupo de trabalho, dedicado às soluções de autenticação e identificação baseadas em blockchain, inicialmente se concentrará em uma nova estrutura de aplicação de base chamado Sistema Identificador Interoperadoras (CrossCarrier Identification System - CCIS), desenvolvido pela TBCASoft.

Conforme destacado pelo comunicado de imprensa, os sistemas de identificação legados exigem que os usuários confiem em uma autoridade central com a salvaguarda e a circulação de seus dados pessoais, como senhas e nomes de usuários. Em vez de adquirir confiança em uma entidade centralizada, o CCIS usa tecnologia blockchain e cripto da zero-knowledge proof para desintermediar o processo de verificação e proteger melhor os usuários contra roubo de identidade e outras atividades fraudulentas

A implementação do CCIS será supostamente liderado por vários membros independentes da CSBG “sob um consenso entre as operadoras do CCIS com confiabilidade de nível de operadora”.

O vice-presidente da SoftBank, Takeshi Fukuizumi, é citado no comunicado de imprensa dizendo:

"Nós imaginamos que os indivíduos devem criar identidades digitais criptografadas, em vez de usar e armazenar vários nomes de usuários e senhas em bancos de dados aqui e ali, com várias qualidades de proteção de privacidade".

Conforme relatado, o CBSG buscou uma ampla agenda internacional de transporte cruzado, com as principais empresas de telecomunicações da Coreia do Sul,  Vietnã, Taiwan, Turquia e outros países se juntando em julho de 2018.

A longo prazo, o objetivo do consórcio é criar um ecossistema global de blockchain interoperadora, que englobe a recarga de dispositivos móveis, compensação e liquidação segura, autenticação pessoal e aplicativos de Internet das Coisas.

Na semana passada, a Cointelegraph informou que a maior operadora de telefonia móvel da Coreia do Sul, a SK Telecom, está em parceria com a quinta maior empresa de telecomunicações do mundo, a alemã Deutsche Telekom, para desenvolver em conjunto uma solução de identificação móvel baseada em blockchain.