Agência do governo japonês registra aumento de 170% em consultas do consumidor sobre cripto em 2018

A Agência de Assuntos do Consumidor do Japão informou que 2018 registrou um aumento de 170% no número de consultas de consumidores sobre criptomoedas em comparação com o ano anterior. A notícia foi divulgada pelo Cointelegraph Japão em 18 de junho.

A Agência de Assuntos do Consumidor (AAC) é uma agência administrativa do Gabinete do Governo do Japão - escritório responsável pelos assuntos cotidianos do poder executivo do governo (chamado Dieta). A AAC envia seu relatório sobre o setor de consumo e assuntos de proteção do consumidor para a Dieta a cada ano: o do ano passado está acessível em inglês, enquanto o deste ano ainda não possui tradução.

A pesquisa da AAC indica que em 2018 as consultas dos consumidores sobre as exchanges de criptomoeda atingiram 3.657 casos - um aumento de cerca de 1,7 em relação ao ano anterior. Embora a taxa de crescimento de tais pesquisas tenha desacelerado - em três vezes e meia comparado com 2017 - o Cointelegraph Japão observa que o crescimento tem sido consistente a cada ano desde 2014.

A AAC revelou que o conteúdo principal dessas investigações incluía questões relacionadas à credibilidade das exchanges cripto, solicitações de reembolsos, questões relacionadas à segurança, problemas com logins ou pagamentos e dificuldades com fornecedores relacionados à cripto que não respondem aos clientes.

A agência revelou ainda que várias questões consideravam dificuldades de investimento.

Conforme relatado, um relatório publicado pela Agência de Serviços Financeiros do Japão (ASF) no outono de 2018 indicou que o número de consultas sobre criptomoedas de investidores japoneses diminuiu no terceiro trimestre de 2018.

Em fevereiro deste ano, a ASF publicou dados para o quarto trimestre de 2018, indicando ainda mais quedas.