Exchange japonesa Coincheck planeja lançar uma IEO

A exchange cripto japonesa Coincheck, hackeada recentemente, planeja lançar uma oferta inicial de exchange (IEO) para ajudar as empresas a arrecadar fundos via utility tokens.

A plataforma

Adquirida pela empresa japonesa de serviços financeiros Monex Group em abril de 2018, a Coincheck revelou seus planos para lançar uma IEO em um anúncio público, como o Cointelegraph Japão publicou em 22 de agosto.

De acordo com o texto, a Coincheck começou a buscar oportunidades de captação de recursos com base em utility tokens, defendendo que IEOs têm ganhado cada vez mais atenção e garantindo mais confiabilidade como método de garantia de fundos.

Em uma nota, a Coincheck disse que está buscando empresas e projetos que ainda não arrecadam fundos através de tokens e já possuem conteúdo e objetivos para ampliar seus negócios.

A Coincheck acrescentou que as oportunidades estão sendo estudadas a partir das regras e diretrizes da Agência Japonesa de Serviços Financeiros..

IEO vs ICO

Como divulgado pela proeminente exchange Binance, uma IEO é um método de arrecadação de financiamento administrado por uma exchange já estabelecida e reconhecida. Diferente da oferta inicial de moeda (ICO), quando a captação de recursos é conduzida pela equipe de um determinado projeto, uma IEO é realizada em uma plataforma de exchange conhecida, como ocorreu no lançamento do serviço de tokens da Binance, o Binance Launchpad.

Depois que o boom das ICOs em 2017 provou seu alto risco para quem escolheu participar de novos projetos de tokens em blockchains, as IEOs parece ter encontrado seu lugar. De acordo com um texto do The Block, 12 grandes exchanges cripto globais anunciaram plataformas de IEO em 2019, incluindo OKEx, Huobi e Bittrex.

Além disso, startups cripto têm levantado milhões em capital, apesar do declínio nas ICOs desde o início de 2018, como a Cointelegraph publicou recentemente.