Japão: Vigilante financeiro emitirá avisos de melhoria de negócios para 5 casas de câmbio de cripto

A Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA, na sigla em inglês) emitirá avisos de melhoria de negócios para cinco casas de câmbio de cripto registradas até o final desta semana, informou a Cointelegraph Japan na terça-feira, 19 de junho.

De acordo com as inspeções da FSA, as casas de câmbio de cripto BitFlyer, Quoine, Bitbank, BITPoint Japan e BtcBox não possuem sistemas de gerenciamento interno adequados, incluindo suas medidas para impedir a lavagem de dinheiro. BitFlyer, Quoine e Bitbank são algumas das maiores casas de câmbio de cripto, tanto no país quanto no mundo, atualmente ocupando o 27º, 18º e 20º lugares por volume de comércio, segundo dados do Coinmarketcap.

Quando perguntada sobre os avisos de melhoria de negócios, a BITPoint Japan disse à Cointelegraph Japan que “não existe tal fato no momento”, a BitFlyer disse que eles “não estão em posição de comentar”, Bitbank e Quoine disseramq ue não podiam responder e a BtcBox não respondeu a um pedido de comentário até o momento da confecção do texto.

Após o hack de US $ 532 milhões em NEM em janeiro da Coincheck, a FSA havia iniciado inspeções de casas de câmbio de cripto, emitindo vários avisos de melhoria de negócios de algumas e suspendendo as operações de várias outras.

Desde abril de 2017, todas as casas de câmbio de cripto no Japão devem ser registradas e ter uma licença da FSA para operar. No início de junho, a FSA rejeitou um pedido de licença de casa de câmbio de cripto pela primeira vez, citando preocupações de que a casa — cujos serviços já haviam sido suspensos duas vezes na primavera — não fornecesse verificação adequada de identidade do cliente no caso de transações suspeitas.