Correio italiano se une à comunidade Hyperledger Blockchain

O provedor italiano de serviços postais, a Poste Italiane, entrou para a comunidade blockchain da Hyperledger, informou a Cointelegraph Italia em 29 de janeiro.

A Hyperledger é um projeto colaborativo liderado pela Fundação Linux, que visa criar padrões de código aberto para blockchain e tecnologia de Distributed Ledger (DLT). Ela inclui vários líderes em seus setores, incluindo American Express, Cisco, Intel, JPMorgan, Deloitte e Huawei.

A Poste Italiane afirmou em um comunicado de imprensa que a adesão à Hyperledger vem em consonância com o Plano de Negócios de Entrega do Produto 2022. Parte do plano envolve a aquisição e aceleração de novas tecnologias nas operações da agência.

O anúncio chama atenção especial para a proteção de dados, afirmando que a tecnologia blockchain é “uma resposta eficaz aos problemas de segurança, transparência, interoperabilidade e privacidade”.

A gigante americana de serviços de courier FedEx juntou-se à Hyperledger em setembro de 2018. O CEO da FedEx, Fred Smith, afirmou anteriormente que a tecnologia blockchain tem “grandes, grandes implicações” para as cadeias de suprimento. Smith disse: "Estamos confiantes de que ela tenha grandes, grandes implicações na cadeia de suprimentos, transporte e logística".

Na semana passada, um comitê do Senado italiano aprovou uma emenda sobre a regulamentação do setor de blockchain, que fornece definições para tecnologias baseadas em DLT e contratos inteligentes. A emenda também afirma que um registro de dados digitais movidos a blockchain permitirá a validação legal de documentos no momento do registro.

Após a aprovação dos “comitês de filtragem” do Senado, a emenda proposta agora deve ser aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado da República. Uma vez que o decreto seja aprovado e se converta em lei, os aspectos técnicos da legislação serão supervisionados pela Agência para a Itália Digital, que está sob a alçada da Presidência do Conselho de Ministros.