Empresa israelense por trás da DX.Exchange vai à falência após petição dos funcionários

A empresa sediada na Estônia estava supostamente por trás da DX.Exchange, e está cessando as operações após uma petição apresentada por seus funcionários.

A CX Technologies, empresa israelense que opera a DX.Exchange, entrou em falência depois que 78 de seus funcionários entraram com uma petição contra a empresa em um tribunal israelense, informou o Times of Israel, em 24 de novembro.

A petição alegou especificamente que o site da DX.Exchange afirmava que a exchange era de propriedade de uma empresa registrada na Estônia, enquanto na verdade era operada pela CX Technologies.

Golpe de opções binárias e relações com a elite dominante

Os funcionários também alegaram que a CX Technologies é sucessora da SpotOption, anteriormente uma empresa de software supostamente envolvida em um golpe de opções binárias de bilhões de dólares, que acabou sendo invadida pelo Federal Bureau of Investigation (FBI) dos Estados Unidos e pela polícia de Israel, e foi banida do país em Janeiro de 2018.

Na petição, os funcionários também alegaram que a CX Technologies não havia pago seus salários em setembro e outubro de 2019, quando a petição foi apresentada ao tribunal.

A petição também revela que a executiva da CX Technologies, Miriam Mileikowsky, está relacionada com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu - sendo a esposa de Ory Mileikowsky, primo em primeiro grau do primeiro-ministro. O Times informou que o próprio Ory quase faliu depois de perder 90% dos fundos de investidores que ele havia aconselhado.

Suspensão de atividades devido a uma fusão

Como o Cointelegraph relatou no início de novembro, a DX.Exchange fechou temporariamente ao realizar uma fusão ou venda definitiva. Na época, a DX.Exchange declarou que "os custos de fornecer o nível necessário de segurança, suporte e tecnologia, não são economicamente viáveis por conta própria". Embora prometendo divulgar mais informações no devido tempo, a DX.Exchange revelou:

“O Conselho da empresa acredita que esta é a melhor oportunidade para a DX.Exchange alcançar o sucesso de seus acionistas e competir nesse mercado desafiador. No caso de uma fusão ou venda não ser concluída em tempo hábil, a exchange poderá não retomar as operações e tomar as medidas apropriadas.”