Governo iraniano planeja nova infraestrutura para usuários de Bitcoin

Em notícias positivas para usuários do Bitcoin, o governo iraniano planeja implementar uma nova infraestrutura para usuários do Bitcoin no Irã.

Tensões entre o Irã e os EUA

O Bitcoin é conhecido por começar com países no oeste e, à medida que a tensçao aumenta entre Irã e EUA, o primeiro está estrategicamente por incorporar Bitcoin em seu sistema. O Irã e os EUA atualmente têm um problema em seu relacionamento, já que Donald Trump chama o acordo com o Irã como“o pior acordo da história.”

A República Islâmica ainda sofre de sanções internacionais que afetam vários de seus setores econômicos, incluindo finanças, energia e indústria naval. As sanções internacionais também impediram a capacidade dos cidadãos iranianos de usar plataformas de pagamento on-line como PayPal, Venmo e Braintree.

Com a sanção, o governo iraniano apresentou uma maneira de dar uma volta e isso se dá através da implementação do Bitcoin como a principal forma de pagamento on-line. Uma das vantagens do Bitcoin é o fato de que é uma moeda descentralizada que não pode ser controlada por uma identidade central como uma corporação ou governo; assim, os países não conseguem sancionar os pagamentos.

Com o Bitcoin, o cidadão iraniano poderia facilmente ignorar as sanções econômicas e ser capaz de realizar negócios internacionais.

Infraestrutura Bitcoin para o Irã

O reconhecimento do Bitcoin pela economia iraniana é um enorme marco para a criptomoeda. Isso significa que o governo agora pode abrir suas portas para avançar em termos de pagamento e moeda.

Segundo os relatórios, o governo iraniano já pesquisou o Bitcoin e seus possíveis benefícios para sua economia.

Amir Hossein Davaee, vice-ministro iraniano de Tecnologia da Informação e Comunicação compartilha:

"O ministério das comunicações e da tecnologia da informação já realizou uma série de estudos de pesquisa como parte dos esforços para preparar a infraestrutura para usar o Bitcoin dentro do país".

Além disso, Davaee acrescentou que as atividades de Bitcoin incluem a criação de dinheiro, pelo que o Banco Central do Irã precisa estabelecer as regras básicas e supervisionar as atividades relacionadas, caso contrário, isso disromperia o ciclo econômico. O Irã está agora à beira da criação de uma infraestrutura adequada não só para o Bitcoin, mas também para outras criptomoedas.

Uma vez que este projeto esteja concluído, eles serão devidamente integrados e regulamentados. Depois que a economia do Irã sofreu muito com sanções, os especialistas acreditam que o Bitcoin e outras moedas digitais irão ajudar a economia iraniana a voltar aos trilhos.