Desenvolvedores especializados em criptomoedas do Irã lançam plataforma para ajudar vítimas das inundações à luz das sanções dos EUA

Desenvolvedores voluntários de criptomoedas no Irã criaram uma plataforma de blockchain chamada IranRescueBit, que permite que pessoas façam doações beneficentes de criptomoeda para ajudar regiões do país a se recuperarem de enchentes destrutivas.

A Al Jazeera compartilhou a notícia em um relatório em 14 de agosto. De acordo com o relatório, a plataforma apoia doações em Bitcoin ( BTC ), Ethereum ( ETH ) e Litecoin ( LTC ). O governo não está envolvido no projeto.

O IranRescueBit supostamente permite que os doadores se esquivem das sanções americanas que proibiram, na medida do possível, doações internacionais ao Crescente Vermelho Iraniano, que é uma sociedade humanitária não-governamental dentro do Irã.

De acordo com o relatório, a vantagem das criptomoedas neste caso é que não é necessária nenhuma autoridade centralizada para verificar as transações devido à natureza descentralizada das confirmações dos criptoativos.

O diretor executivo da IranRescuebit, Hamed Salehi, disse à Al Jazeera que a campanha da plataforma espera arrecadar um mês de doações com criptomoedas antes de usar as exchanges locais para converter as criptomoedas em riais iranianos. 

Uma vez que a conversão esteja completa, Salehi disse que o produto será enviado para uma conta bancária local da Sociedade do Crescente Vermelho Iraniano. Salehi comentou:

"Esperamos que o IranRescueBit possa se transformar em uma plataforma que possa ser empregada tanto pela comunidade quanto pelo IRCS, caso a necessidade volte a surgir no futuro."

Chuvas recorde em abril deram lugar a inundações destrutivas que resultaram em 70 mortes em 13 províncias com as maiores baixas em Fars, Lorestan, Golestan e Hamedan, de acordo com a CNN.

Plataformas blockchain para caridade

Como relatado anteriormente pela Cointelegraph, a holding sul-coreana SK C & C revelou recentemente um esquema para uma plataforma de doações baseada em blockchain. De acordo com o relatório, a plataforma permitirá que os usuários façam doações e, em troca, recebam tokens de incentivo, que aparentemente podem ser usados ​​para comprar itens de comerciantes.

No entanto, regulamentações e desafios tecnológicos criam barreiras para um lançamento oficial. O chefe da SK C & C, Lee Sun-min, explicou:

"Uma vez que a SK é uma empresa, não podemos buscar lucros em produtos estabilizados. As questões regulatórias também não são resolvidas [...] É difícil construir um ecossistema de plataforma [...] Não apenas uma empresa pode fazê-lo. Estamos atualmente procurando uma empresa para construir um ecossistema de plataforma ”.