Gigante de transferências internacionais SWIFT considera criptomoedas 'instáveis e inutilizáveis'

A Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication (SWIFT), maior rede de transferências eletrônicas globais, em uma matéria do Fintech Futures em Londres, criticou oficialmente todo o setor cripto, classificando-o como "instável e inutilizável".

O principal produto da SWIFT é o mercado multitrillionário de transferências eletrônicas internacionais. A empresa faz a conexão entre mais de 11.000 instituições financeiras em mais de 200 países e territórios. Segundo dados do Tesouro Americano, a rede realiza US$ 5 trilhões em transferências internacionais todos os dias.

Na matéria, o porta-voz da empresa não identificado criticou todo o setor de criptomoedas durante um briefing de café da manhã. O principal tópico da conversa foi sobre o novo piloto europeu de pagamentos E2E da SWIFT, considerado capaz de atingir transferências de pagamento em menos de um minuto:

"Elas (as criptomoedas) perdem valor como um ioiô, são inúteis e instáveis. E mesmo que as empresas de criptomoedas as tornem estáveis, ainda não passam de uma cesta de moedas ".

A única criptomoeda que a SWIFT disse ser promissora é o Libra do Facebook. Para o restante do setor, o porta-voz diz que "não vê isso afetando o setor de pagamentos a curto prazo".

O briefing pretendia ser uma prévia do próximo Sibos 2019 no ExCel London, evento de networking de servições financeiros globais organizado pela SWIFT.

Alguns analistas consideram que, se as criptomoedas realmente atingirem a adoção em massa, a SWIFT poderia perder seu posto de principal meio de transferir dinheiro eletronicamente entre países. 

A rede Bitcoin foi criada para ser uma forma de transferir valor eletronicamente sem a necessidade de intermediários para as transações. Conforme publicado pelo Cointelegraph, na semana passada foi realizada uma transferência no valor de US$ 1 billion na rede Bitcoin.