Inspirado pelo Petro venezuelano, o Camboja pode emitir uma crtiptomoeda nacional

Após o lançamento da moeda Petro no mês passado, apoiada pelo governo venezuelano, o Camboja está considerando lançar seu próprio projeto de criptomoeda chamado Entapay, segundo comunicado de imprensa para a Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) Blockchain Summit, divulgado em 2 de Março.

O Blockchain Summit, que será realizado em Phnom Penh em 7 de Março, descreve o Entapay como um projeto baseado no "emaranhamento quântico" de segurança e criptografia, escrevendo que usará as tecnologias Blockchain para criar um sistema rápido e segurança da experiência do usuário.

De acordo com o comunicado de imprensa, Entapay é "esperado para se tornar a conexão entre o pagamento de integração de criptomoeda e o mundo real":

"A criptomoeda tem grande potencial para até mesmo substituir o VISA como o novo modo de pagamento principal".

O comunicado de imprensa compara o projeto Entapay diretamente com o Petro da Venezuela, que classificam como uma moeda digital que "ajuda o país a evitar as sanções econômicas do mundo ocidental", ao mesmo tempo que fornece um novo canal de desenvolvimento econômico para um país que sofre de severa inflação ". Uma moeda semelhante no Camboja, segundo observa o comunicado de imprensa, poderia ajudar o país a aproveitar a revolução Blockchain.

A ASEAN Blockchain Summit, com o tema "Tomorrowland Built on the Blockchain" (Tomorrowland construída sobre o Blockchain), ajudará a promover a tecnologia financeira baseada em Blockchain no Sudeste Asiático e no exterior, em parte construindo o primeiro instituto para as tecnologias Blockchain na ASEAN, de acordo com o comunicado de imprensa.

Este Blockchain Summit não é a primeira vez que o Camboja se aventurou no Blockchain. No verão passado, o Banco Nacional do Camboja fez parceria com uma empresa de identidade japonesa de Blockchain para testar a tecnologia de contabilidade distribuída para serviços de pagamento.

No final de Fevereiro de 2018, as Ilhas Marshall também anunciaram que iriam lançar sua própria criptomoeda com oferta inicial de moedas (ICO) e negociação gratuita.