Índia: Fontes afirmam que o Banco Central está "pesquisando" o Blockchain para decidir "o que pode adotar"

Rumores na mídia indiana na segunda-feira, 27 de agosto, sugerem que o banco central do país está empenhado em melhorar seu entendimento sobre criptomoeda e blockchain, supostamente montando uma unidade dedicada há um mês.

Como o Economic Times relata, citando “pessoas familiarizadas com os planos do banco central”, a unidade se concentra na “pesquisa” dos fenômenos, “para verificar o que pode ser adotado e o que não pode”.

Os relatórios chegam no momento em que a criptomoeda continua a ser um tabu para os bancos indianos, depois que o Banco Central da Índia (RBI, na sigla em inglês) os proibiu de atender os negócios da indústria em abril.

Apesar de um ligeiro conjunto de nuances para permitir tokens criptográficos (mas não as criptomoedas em si), o endosso oficial do Bitcoin e sua trupe continua faltando.

De acordo com as fontes não identificadas, no entanto, pode haver sinais de que esta perspectiva está prestes a mudar.

“Como regulador, o RBI também tem que explorar novas áreas emergentes para verificar o que pode ser adotado e o que não pode”, afirma Economic Times, dizendo:

“Um banco central precisa estar no topo para criar regulamentações. Esta nova unidade é experimental e evoluirá com o passar do tempo.”

A Índia vai ainda ecoar o sentimento atual no Irã ao suavizar sua postura, o banco central do país insinuando no fim de semana que iria rever sua proibição de criptomoedas em andamento, também em vigor desde abril, com um resultado mais favorável.