Em busca de independência, Bitconf solicita ajuda para realizar o mais tradicional evento de Bitcoin do Brasil

Em busca de independência com relação a empresas do mercado de Bitcoin a Bitconf, o evento mais tradicional de Bitcoin e criptomoedas do Brasil, está solicitando ajuda da comunidade para realizar sua próxima edição, de acordo com um comunicado encaminhado a imprensa em 21 de agosto.

Segundo os organizadores do evento, a edição de 2019 ocorrida em São Paulo reuniu mais de 1.700 participantes e teve um custo de  R$ 700 mil, tornando inviável a realização apenas com financiamento dos ingressos. Fato que motivou os organizadores a lançarem um crowdfunding para a realização do evento.

"Queremos com isso fortalecer o caráter da BITCONF como um grande evento da comunidade cripto brasileira. Queremos ter uma dependência cada vez menor das empresas, e aumentar nossa dependência da comunidade. Queremos buscar nossas forças e energias na criptosfera brasileira, nas comunidades de projetos open source, nos movimentos dos hackers spaces, dos fab labs, nos movimentos autônomos, libertários à esquerda e à direita do espectro cripto, no movimento do software livre, nos campuseiros de todos os lugares do país, nos canais e blogs da internet, no movimento cypherpunk, no cripto-anarquismo, enfim, nas pessoas e coletivos que acreditam na tecnologia e no poder transformador das criptomoedas e que estão neste movimento não pela busca de fortuna, mas pela crença nessa força transformadora da Blockchain." diz o comunicado.

Segundo os organizadores os recursos arrecadados no crowdfunding serão utilizados para custear as despesas de infraestrutura: aluguel do local do evento, iluminação, sonorização, gravação das palestras, serviço de tradução simultânea. O valor arrecadado, no entanto, "não pagará a totalidade destes gastos, mas será uma grande ajuda", argumentam.

Os organizadores esperam arrecadar cerca de R$ 200 mil com a campanha e aceita contribuições a partir de R$ 50,00 que podem ser feitas no link.

Como reportou o Cointelegraph, o Estado do Rio Grande do Sul, inaugurou um hub colaborativo dedicado ao desenvolvimento da tecnologia blockchain. O Instituto Colaborativo em Blockchain – iCoLab será um hub colaborativo, que conecta e desenvolve pessoas e organizações na economia digital com o objetivo de disseminar o conhecimento, estimular a cultura de inovação, por meio de experimentos e projetos de negócio utilizando a Blockchain