Como o Bitcoin poderia libertar a Catalunha dos ditames da Espanha

Em 1º de outubro, os nacionalistas catalães planejam realizar um referendo para deixar a Espanha e declarar a independência se vencerem. No entanto, um artigo recente da BBC indica que o "Gobierno de España" bloqueará as finanças catalãs nas próximas 48 horas se a votação do referendo "ilegal" não for interrompido imediatamente. Essa situação trouxe o luz ao Bitcoin como uma solução potencial para o conflito. Neste breve artigo, a Cointelegraph tentará analisar como o Bitcoin poderia libertar a Catalunha do mandato da Espanha.

Por quê?

Cristóbal Montoro, Ministro da Economia da Espanha, disse que um mecanismo foi aprovado para que o estado controle as finanças da Catalunha. Os espanhois pretendem dar este passo para impedir que qualquer dinheiro público seja gasto no referendo da independência.

Os ministros também entregaram um ultimato ao Sr. Puigdemont - assinar um acordo dentro de 48 horas que fundos públicos não serão redireccionados para o referendo. Se o prazo não for cumprido, o governo espanhol assumirá o controle de parte do orçamento catalão destinada a serviços públicos e salários.

Como?

Satoshi Nakamoto criou o Bitcoin logo após os bancos centrais dominarem a economia mundial e induzir uma depressão econômica de um ano. O objetivo da criptomoeda é servir como uma ferramenta para a liberdade, que é exatamente o que a Catalunha está procurando agora.

Em um sistema financeiro descentralizado, no qual cada comunidade estatal/autônoma tem controle total sobre suas finanças através do uso de criptografia e Blockchain, o governo central não poderia apreender qualquer fundo. A situação atual da Catalunha é um estudo de caso interessante sobre como os países poderiam adotar criptomoedas descentralizadas em grande escala.

Países como a Venezuela provaram, em menor escala, que o Bitcoin é uma solução viável para regiões politicamente instáveis. Embora a situação na Catalunha seja de natureza ligeiramente diferente, definitivamente algumas semelhanças podem ser encontradas.

E se?

De acordo com o Blockchain.info, existem 16,8 milhões de carteiras Bitcoin em uso. No entanto, este número deve ser tomado com um pouco de cautela, uma vez que um usuário pode ter tantas carteiras quanto ele quiser. Portanto, o número real de pessoas que usam Bitcoin provavelmente é significativamente menor que o número total de carteiras ativas.

Atualmente, a região autônoma da Catalunha tem cerca de 7,5 milhões de habitantes. No improvável caso de que o Bitcoin seja implementado como um método de pagamento imediato, o Bitcoin Blockchain provavelmente sofreria congestionamentos significativos e elevadas taxas de transação. Isso poderia complicar a transição para a Catalunha para um sistema financeiro descentralizado. Soluções potenciais para os problemas de escalabilidade do Bitcoin, como a Lightning Network, ajudariam o Bitcoin a enfrentar um influxo tão grande de usuários.