Principal companhia aérea de Hong Kong, Cathay Pacific usa blockchain em dispositivos de carga

A maior companhia aérea de Hong Kong, Cathay Pacific, introduziu o primeira blockchain para gerenciar dispositivos de unidade de carga (unit load device - ULD).

A Cathay planeja lançar a tecnologia para toda a rede

O novo projeto pretende eliminar os processos baseados em papel, implementando uma blockchain que permite a gestão de ULDs através de um smartphone, conforme reportagem da revista Air Cargo News em 1 de agosto.

A Cathay, que é membro fundadora da aliança de aviação global Oneworld, lançando o projeto blockchain ULD em julho, direcionando as primeiras transações para Hong Kong e locais selecionados nos Estados Unidos, no estágio inicial. A empresa espera implantar a tecnologia em toda a rede da Cathay Pacific em um futuro próximo, observa o relatório.

Cathay espera que blockchain melhor a qualidade dos serviços aos clientes

Segundo o website oficial da companhia, a Cathay oferece serviços regulares de carga e passageiros para mais de 200 destinos em todo o mundo. Como diz a matéria, o novo sistema blockchain deve fornecer dados padronizados e mais transparência para todas as partes envolvidas.

O gerente de sistemas digitais e de cargas da Cathay Pacific, Calvin Hui, que iniciou o projeto, defende que a blockchain não apenas pode contribuir para o gerenciamento interno de ULDs, mas também melhorar a qualidade dos serviços para os clientes da Cathay.

No caso, a tecnologia vai permitir à Cathay que forneça estoques de ULD suficientes durante os períodos de pico de carga, já que a empresa terá dados de localização mais precisos dos ULDs necessários, explicou Hui.

Recentemente, o Cointelegraph publicou que outro membro da Oneworld, a S7 Airlines, processou mais de US$ 1 milhão através de seu sistema de pagamento blockchain no mês de julho.