Hackaton do Porto de Santos, que exige especialista em blockchain na equipe, tem inscrições prorrogadas

O evento Porto Hack Santos, hackaton que acontece no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, e que exige um especialista de blockchain em cada equipe, prorrogou suas inscrições até 20 de novembro. A notícia é do portal ABC do ABC.

Segundo a matéria, o hackaton vai pagar R$ 60.000 à equipe vencedora e R$ 12.000 aos vice-campeões, maior prêmio já oferecido no Brasil para uma competição do tipo. O Porto Hack Santos acontece entre 7 e 8 de dezembro no Confort Hotel, em Santos.

O hackaton terá objetivo de desenvolver soluções tecnológicas em dois desafios: o primeiro visa a integração dos planos emergenciais do Porto de Santos aos órgãos governamentais, diminuindo o impacto dos sinistros aos trabalhadores população da região e terminais; já o segundo busca reduzir o tempo de movimentação de cargas, para otimizar custos em terminais e na área alfândegária.

Entre os inscritos, serão selecionados 10 equipes de seis integrantes, que devem ser multidisciplinar: com um expecialista em negócios, marketing, designer de produtos e serviços, desenvolvedor front end, desenvolvedor backend, e um especialista blockchain, inteligência artificial ou IoT.

Além disso, um outro projeto, chamado "Um porto para o futuro", vai selecionar 60 filhos de trabalhadores de baixa renda do Porto entre 10 e 16 anos para capacitação em tecnologia pelo Instituto AmiGu, com aulas ministradas no primeiro semestre de 2020. 

As inscrições para o hackaton podem ser feitas pelo site do Porto Hack Santos.

Continue lendo: