Startup interrompe operações e ignora pedido da SEC para reembolsar US$ 12,7 milhões de sua ICO

A Gladius, startup de segurança cibernética distribuída, se dissolveu sem cumprir a ordem da Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos, para reembolsar os investidores.

O co-fundador e diretor de tecnologia da empresa, Alex Godwin, anunciou a dissolução da empresa em uma mensagem enviada ao grupo oficial do projeto no Telegram em 22 de novembro. 

"A empresa não tem mais fundos para continuar"

A mensagem - assinada coletivamente pela equipe Gladius - diz:

“Lamentamos informar que a Gladius Network LLC interrompeu as operações imediatamente e entrou com pedido de dissolução. Apesar dos nossos melhores esforços, a empresa não tem mais recursos para continuar as operações.”

A mensagem também promete que a base de código será mantida pela empresa e permanecerá on-line por três meses para que qualquer pessoa possa usar.

Venda de valores mobiliários não registrados

A Gladius foi cobrada pela venda de valores mobiliários não registrados pela SEC, em fevereiro, depois de se reportar ao órgão regulador.

A empresa levantou cerca de US$ 12,7 milhões em criptomoeda durante sua venda de tokens no final de 2017. A SEC observou que adotou uma abordagem particularmente branda com a empresa desde que relatou:

"A SEC não impôs uma penalidade porque a empresa auto-denunciou a conduta, concordou em compensar os investidores e registrará os tokens como uma classe de valores mobiliários".

Como o Cointelegraph relatou no início deste mês, a Gladius é apenas uma, das várias empresas, que não cumpriram os prazos para pagamento dos investidores após cobranças da SEC.

Criticando a abordagem branda da SEC, os detentores de tokens Gladius (GLA) criaram um grupo no Telegram, chamado Gladius Rektiers, para discutir o próximo curso de ação.

O usuário do Reddit Bitttburger escreveu:

"A SEC aparentemente não se preocupa em aplicar seus próprios julgamentos. E passou o ano e meio seguinte concedendo extensões.

Junte-se a nós no Telegram onde estamos discutindo recursos legais:

https://t.me/gladius_rektiers

O canal principal da Gladius foi fechado, é claro."