Banco alemão BayernLB prevê que Bitcoin valerá US$ 90.000 depois do halving em maio de 2020

O banco alemão BayernLB publicou recentemente um relatório comparando a política monetária relacionada ao Bitcoin com diferentes metais preciosos. Segundo o banco, o Bitcoin pode valer US$ 90.000 após o halving (corte de recompensas para mineradores) que acontecerá em maio de 2020.

O halving é um evento que ocorre a cada quatro anos e faz com que a inflação do ativo digital diminua pela metade, criando um choque de oferta diária e aumentando a escassez do ativo.

O trabalho de pesquisa publicado recentemente identifica a relação estoque/fluxo (S2F) de um ativo como uma forma de quantificar sua robustez. O modelo de análise S2F se refere à quantidade de um ativo que é emitido versus a quantidade armazenada em seu estoque atual.

Com o Bitcoin, a oferta é administrada como parte do sistema de recompensa por bloco da rede e do programa de ajuste de dificuldades. Os autores observam que é praticamente impossível ajustar o fluxo do Bitcoin e isso torna-o semelhante ao ouro.

O banco também observa que é desejável uma alta relação estoque/fluxo para uma mercadoria monetária. Segundo os autores, a escassez do Bitcoin como um ativo pode tornar sua adoção inevitável:

“Historicamente falando, sempre foi a mercadoria com a maior relação estoque/fluxo naquele momento que foi usada como dinheiro, porque isso permitiu a melhor transferência de valor ao longo do tempo.”

Muitos defendem o ouro citando seu uso na indústria como motivo de valorização do metal precioso. O estudo afirma que a falta de uso industrial do ouro torna-o uma forma adequada de armazenar valor. Segundo o texto, metais muito utilizados pela industria - como o paládio - normalmente possuem um baixo valor estoque/fluxo e não servem para serem utilizados como reserva de valor.

Os pesquisadores afirmam que a falta de utilidade industrial do Bitcoin é um dos fatores que favorece o ativo digital ser utilizado como um tipo de moeda. Se acordo com o texto, isso evita que grandes choques de oferta/demanda possam ser ocasionados arbitrariamente por negociantes industriais.

O banco finaliza o texto com uma comparação com o ouro e faz uma previsão de preço para o ativo digital:

“Se a relação estoque/fluxo de maio de 2020 para Bitcoin for incluída no modelo, um preço vertiginoso de cerca de US$ 90.000 emergirá. Isso implicaria que o próximo halving dificilmente tenha sido precificado no preço atual do Bitcoin de aproximadamente US$ 8.000 (o valor atual do modelo é de aproximadamente US $ 7.500). ”

Apesar do otimismo do banco alemão BayernLB em relação ao ativo digital, o Bitcoin vem sofrendo para manter os suportes de preço alcançados em 2019. Conforme publicado pelo Cointelegraph, a empresa Byte Tree acredita que a recente queda no preço do Bitcoin foi causada por uma enorme transferência de BTCs para grandes exchanges.