Depósito de gás de cozinha, no interior de São Paulo, surpreende e aceita Bitcoin para pagamento

Um depósito de gás no interior de São Paulo, têm surpreendido os moradores, por aceitar Bitcoin (BTC) como forma de pagamento para a compra de gás de cozinha, conforme relatou o portal G1, em 04 de agosto.

O depósito fica na zona norte de São José dos Campos (SP) e, por conta da aceitação da criptomoeda, segundo a reportagem, acabou virando ponto de visita para curiosos que querem saber o que é o tal do 'bitcoin' e como pode ser possível comprar gás com uma moeda virtual.

O proprietário, Luiz Valentino, explicou que resolveu investir no sistema de pagamento com bitcoin após estudar sobre o assunto e perceber que isso poderia gerar lucro nas vendas. No entanto, ele não esperava que isso se tornasse uma publicidade indireta para o local.

“O pessoal pergunta, está tendo muita curiosidade. As pessoas não entendem direito o processo e vão perguntar se é pirâmide [financeira], algo ilícito, ou entender como que compra bitcoin, como funciona o mercado”, disse.

Segundo a reportagem, o estabelecimento fixou o anúncio há quatro meses e o dono contou que, desde então, ouve perguntas frequentes de quem quer saber do que se trata ou quer entender mais sobre a nova possibilidade de pagamento. Muitos clientes ficam desconfiados.

“Se eu receber o proporcional dos R$ 70, que é o preço do botijão do gás, em moeda virtual, amanhã esse dinheiro pode valorizar e render muito mais”, disse. 

Como reportou o Cointelegraph, a Organização Social sem Fins Lucrativos (ONG), Instituto Anima, quer combater o trabalho escravo no Brasil por meio do uso da tecnologia blockchain. Para concretizar este objetivo a iniciativa pretende mapear a cadeia de costureiros responsáveis pela confecção de uma peça de roupa.