Gartner: Tecnologia blockchain usada por empresas pode se tornar obsoleta em 18 meses

A empresa de pesquisa Gartner alertou que 90% da tecnologia blockchain usada pelas empresas precisará ser substituída nos próximos 18 meses, informou o site de tecnologia ITPro em 3 de junho.

O diretor de pesquisa sênior da empresa, Adrian Lee, disse que a natureza fragmentada do setor significa que a tecnologia implementada por algumas empresas corre o risco de se tornar obsoleta ou insegura até 2021.

Lee também disse que os fornecedores de blockchain costumam usar mensagens de marketing que não atendem às necessidades de uma empresa - deixando as empresas confusas sobre o funcionamento das plataformas descentralizadas e se elas acrescentariam algum benefício líquido a suas operações. Ele disse à ITPro:

“Muitos CIOs superestimam as capacidades e benefícios de curto prazo da blockchain como uma tecnologia para ajudá-los a alcançar seus objetivos de negócios, criando assim expectativas irreais ao avaliar ofertas de fornecedores de plataformas e provedores de serviços blockchain.”

O executivo da Gartner disse que isso acaba criando uma dor de cabeça para os departamentos de TI, já que eles precisam decidir qual blockchain seria a melhor opção para seus negócios.

Lee previu que a fragmentação só aumentará na indústria de blockchain nos próximos anos - e, em vez de pensamento, padronização e unificação conjuntos, um mundo multiplataforma acabará por se desenvolver. Como resultado, a Gartner não espera que uma plataforma única blockchain detenha o domínio entre agora e 2024.

Em fevereiro, o Gartner havia alertado empresas a manterem-se longe do blockchain por enquanto, com o pesquisador David Furlonger afirmando que o nível de maturidade do setor significa que há uma série de desafios que precisam ser resolvidos antes que as empresas possam usar a tecnologia com confiança. escala.

Todabia, em abril, a empresa previu que 20% das 10 maiores lojas do mundo estarão usando a tecnologia blockchain até 2025.