Fundo de Bitcoin regulamentado pela França Napoleon é vinculado aos futuros da CME

A Napoleon AM, empresa de gerenciamento de ativos com sede em Paris, anunciou o lançamento de um fundo regulamentado de Bitcoin (BTC), o Napoleon Bitcoin Fund.

A empresa anunciou em um comunicado de imprensa que o fundo foi criado em 8 de novembro e é um fundo profissional especializado regulado sob a lei francesa. A empresa afirma que seu produto é um dos primeiros veículos regulamentados a dar exposição aos movimentos de preços do Bitcoin.

O produto - com liquidez diária - visa proporcionar uma diversificação de carteira a investidores institucionais e profissionais. O fundo reproduz o desempenho dos futuros listados na Chicago Mercantile Exchange com liquidação em dinheiro.

Grandes esperanças para o potencial do Bitcoin

A empresa observou que as liquidações em dinheiro foram escolhidas para evitar o incômodo de armazenar e avaliar o Bitcoin. O serviço de custódia é a Financière d'Uzès, enquanto a auditora é a PwC. No lançamento, o gerenciador de ativos decidiu desenvolver o produto depois de perceber o potencial da tecnologia Bitcoin e blockchain:

"Convencida do grande desafio de transformação da blockchain para toda a indústria, a Napoleon AM ficou rapidamente interessado no potencial financeiro que emana intrinsecamente de blockchains públicas e ativos digitais".

A empresa acredita que o Bitcoin seja particularmente único, devido sua alta volatilidade, desempenho anormalmente tendencioso em favor de retornos positivos e baixa correlação com os ativos tradicionais. Esses recursos, observa a empresa, tornam o Bitcoin adequado para diversificar carteiras e otimizar as taxas de risco/retorno.

Há uma crescente concorrência entre os fundos com o objetivo de facilitar a entrada de investidores institucionais interessados ​​no Bitcoin.

Em uma tentativa de melhor atender às necessidades dos investidores credenciados, o fundo Bitcoin de capital aberto Grayscale Bitcoin Trust apresentou o Formulário 10 à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA para se tornar o primeiro fundo de cripto a se reportar ao regulador.