Ministro do governo francês está aberto a autorizar doações em cripto para Notre-Dame

O ministro de Estado da França para o setor digital, Cédric O, disse que está aberto a cooperar com plataformas de criptomoedas para permitir doações de criptografia para a reconstrução da catedral de Notre Dame. A notícia foi divulgada pela Bloomberg em 17 de abril.

A catedral medieval sofreu um incêndio em 15 de abril que quase destruiu o marco mundialmente famoso. Em apenas dois dias, as doações para a reconstrução do monumento estão chegando a 900 milhões de euros (mais de US$ 1 bilhão).

Cédric O - cujo ministério trabalha sob a égide do Ministro da Economia e Finanças da França, Bruno Le Maire - observou que o recém-lançado site do governo para doações para Notre-Dame foi criado com extrema rapidez e ainda não recebe contribuições em criptomoedas.

O site oficial está atualmente ligado a quatro organizações aprovadas que estão recolhendo doações para a reconstrução, mas Cédric O enfatizou que o governo está "aberto a discutir com outros" para ajudar a direcionar os esforços de arrecadação de fundos.

O ministro disse que as mesmas condições se aplicam tanto às doações em cripto como para as em moedas fiduciárias - as organizações não devem cobrar comissões, os dados devem ser recolhidos para deduções fiscais e os fundos devem ser encaminhados através de uma das quatro organizações aprovadas.

Como o Cointelegraph informou em 15 de abril, o BlockShow, um evento internacional de blockchain desenvolvido pelo Cointelegraph, lançou sua própria campanha para arrecadar criptomoedas para a reconstrução da catedral.

A importante exchange cripto global Binance também lançou seu próprio programa de doação de cripto para apoiar a reconstrução da catedral nesta semana, conforme relatado. O novo canal de doações está hospedado na plataforma de caridade da Binance, que foi lançada como uma iniciativa da The Blockchain Charity Foundation (BCF).

No início desta semana, Bruno Le Maire afirmou que a tecnologia blockchain é uma prioridade para o governo de seu país. Ele destacou o progresso regulatório das cadeias de cripto e blockchain anunciado pela PACTE Act, que foi aprovada pela Assembleia Nacional Francesa no início deste mês.