Jogo blockchain licenciado pela Fórmula 1 vai leiloar tokens digitais de carros de corrida

O jogo blockchain F1 Delta Time - licenciado pela mundialmente famosa categoria de corridas de carros Fórmula 1 - vai realizar um leilão de tokens não fungíveis (NFTs) da marca F1 no final desta semana.

De acordo com um anúncio em 22 de novembro, o leilão será realizado em 28 de novembro, com os fãs da categoria já podendo participar de um concurso ao vivo para competir por vários prêmios relacionados.

Como já relatado anteriormente, a F1 atrai 1,6 bilhão de telespectadores em mais de 180 territórios e mobiliza 506 milhões de fãs em todo o mundo.

NFTs devem funcionar no jogo blockchain da F1

Diferentemente da maioria das criptomoedas, os tokens não fungíveis são uma forma de colecionável digital: não fungível significa que eles não são intercambiáveis, transportando informações exclusivas e variando em seu nível de raridade.

O F1 Delta observa que estabeleceu 5 níveis de raridade diferentes para os 10 carros de corrida oficiais definidos para leilão. Cada NFT será utilizável no próximo jogo oficial da F1 Delta e será leiloado simultaneamente em um formato de leilão holandês, com um preço descendente inicial de 30 Ether (ETH).

Todos os carros da equipe da F1 serão incluídos no leilão dos NFT, incluindo Mercedes AMG W10, Ferrari SF90, Red Bull Racing RB15, McLaren MCL34, Renault R.S. 19, Racing Point RP19, Toro Rosso STR14, Alfa Romeo Racing C38, Haas VF-19 e Williams FW42.

De acordo com o anúncio, os índices de desempenho de todos os carros são semelhantes e serão divulgados na semana que vem.

Atualmente, o concurso do F1 Delta está convidando os torcedores a prever a ordem de venda dos carros da equipe F1, com prêmios que incluem 30 Ether e vários tipos de NFTs do F1 Delta Time Car Gear.

Popularizando a blockchain

Conforme relatado, a Fórmula 1 assinou um contrato de licenciamento global com a startup blockchain Animoca Brands em março deste ano, abrindo caminho para o desenvolvimento do F1 Delta Time Game.

À época, ambas as partes destacaram o poder significativo da marca na Fórmula 1 e o potencial do novo contrato de licença para ampliar a exposição do consumidor à blockchain.

A Animoca Brands também firmou um contrato de licenciamento com a Atari - famosa por ser a desenvolvedora de ogos icônicos como Tetris e Pac Man.

Em fevereiro de 2018, a Atari viu seu preço das ações subir mais de 60% depois de anunciar que estava investindo em criptomoeda.

Vitalik Buterin, cofundador da Ethereum, argumentou que aplicações não-financeiros da blockchain podem enfrentar mais dificuldade em ganhar força e desenvolvimentos identificados como NFTs e jogos como áreas potenciais que podem ampliar o apelo da tecnologia.