Avisado é Antecipado: Lições Importantes do Relatório da SEC sobre ICO

A Securities and Exchange Commissão de Câmbio e Valores Mobiliários (SEC na sigla em inglês) decidiu que os tokens da Organização Autônoma Descentralizada (DAO na sigla em inglês) eram de fato valores mobiliários e que sua venda em 2016 deveria ter sido registrada como um título junto à SEC.

A decisão mandou ondas de choque através do mundo da criptomoeda, à medida que os detalhes da decisão e as implicações disso foram concretizados.

A SEC divulgou um relatório de investigação detalhado e a declaração de pessoal que acompanha a conclusão de que a venda token de 2016 pelo DAO era uma oferta de títulos não registrados, chamada "Relatório DAO" e "Declaração DAO", e que estão disponíveis aqui e aqui, respectivamente.

O Escritório de Educação e Advocacia do Investidor da SEC também divulgou um boletim geral de investidores sobre "Ofertas iniciais de moedas", o "Boletim do Investidor", disponível aqui.

Conclusões significativos da SEC

Há uma série de conclusões significativas da SEC, que terão implicações particulares para os mercados ICO e criptomoedas.

  1. Os tokens DAO foram classificados como contratos de investimento sob a definição da SEC de un título.
  2. A DAO foi a emissora desses títulos, apesar de ser uma organização autônoma incorporada em código de computador e executada em um Blockchain.
  3. A oferta deveria ter sido registrada como título junto à SEC ou realizada de acordo com as políticas de isenção da SEC.
  4. Qualquer plataforma que permitisse a negociação dos tokens da DAO deveria ter se registrado como uma casa de câmbio juntoà SEC.
  5. O plano da DAO de investir em empresas e projetos de fundos a classificaria como uma empresa de investimentos e teria exigido o registro como tal junto à SEC.
  6. Por implicação, aqueles que ajudaram na venda dos tokens, ou os compraram com a intenção de revendê-los mais tarde, são subscritores dentro da definição da SEC.
  7. Aqueles que participaram da venda de tokens DAO no mercado secundário seriam considerados comerciantes e deveriam se registrar junto à SEC.
  8. Os diretores, participantes e assistentes que ajudaram a administrar a oferta DAO também estão sujeitos às leis de valores mobiliários de estados individuais.

Principais soluções para investidores e participantes do mercado

As descobertas da SEC têm implicações maciças para os mercados de ICO, vendas simbólicas e veículos de investmentos futuros baseados na tecnologia Blockchain.

1. O objetivo da decisão da SEC neste momento

A questão deve ser óbvia. Se a SEC verificar que a DAO violou as leis em torno da oferta de valores mobiliários, por que eles não apresentaram ação legal contra a DAO? A resposta é tripla.

Primeiro, uma decisão como a declaração atual da SEC pode ser emitida rapidamente, enquanto uma batalha legal exige um longo período de tempo.

Segundo, a decisão da SEC prevê certezas quanto à formalização da posição da SEC nas OIC e nos veículos de investimento. Uma luta legal sempre traz consigo o risco de perder, o que pode confundir a mensagem da SEC.

Terceiro, uma disputa judicial pode causar confusão, dependendo das estratégias legais empregadas, enquanto a declaração da SEC deixa clara a posição jurídica.

2. Os vendedores de tokens ICO e Blockchain estão sujeitos às leis de valores mobiliários da SEC

Embora muitos já tivessem concluído que as ICOs eram títulos sob a definição da SEC, a decisão da SEC encerra qualquer questão sobre o assunto

O argumento de que os contratos inteligentes não são particularmente valores mobiliários porque não possuem um emissor adequado é especificamente resolvido pela decisão, e não será mais considerado como uma isenção para as ICO.

O Relatório da DAO observa que uma "organização não constituída em sociedade" é uma "pessoa" que pode enquadrar-se na definição relevante de "emissor" e não deixa dúvidas de que a SEC tem a autoridade para identificar um emissor se o token emitido for um título.

3. Qualquer "participante" pode estar sujeito aos regulamentos da SEC

O Boletim do Investidor emitido pela SEC tem implicações maciças para aqueles que participam ou ajudam nas ICOs.

Especificamente, o relatório afirma que os "participantes" nas ICO estão sujeitos às regras e regulamentos da SEC.

Um "participante" é uma pessoa que, sem a qual, o token não poderia ser vendido. Isso significa que aqueles que aconselham sobre ICOs, escrevem o código necessário para a venda de um token, recebem ou gerenciam os produtos de uma venda ou ajudam a encontrar investidores ou gerenciar compras, todos podem estar sob o guarda legal dos regulamentos da SEC e devem ser cuidadosos em avaliar seu papel em tais vendas.

4. A decisão não significa que todos os tokens são valores mobiliários

A SEC deixou claro no relatório que nem todas as vendas de token eram uma segurança e que aplicariam o teste do contrato descrito na SEC v. W.J. Howey Co. ("Howey").

O teste é essencialmente uma questão de quatro partes: houve um investimento de dinheiro, em uma empresa comum, com a expectativa de lucros com os esforços gerenciais de outros?

Uma leitura superficial do relatório deixa claro que a SEC entende a tecnologia Blockchain e estaria disposta a aplicar o teste Howey sempre que necessário.

5. A SEC está aberta para o livro-razão distribuído e as tecnologias Blockchain

A SEC não está dizendo que as vendas token são ilegais. Em vez disso, eles simplesmente exigem que a emissão desses tokens seja classificada como oferta de valores mobiliários e, portanto, está em conformidade com os requisitos de registro específicos.

Os relatórios deixam claro:

"O livro-razão distribuído e outras tecnologias emergentes têm o potencial de influenciar e melhorar os mercados de capitais e o setor de serviços financeiros. O interesse e o financiamento dessas tecnologias parecem estar a crescer a um ritmo acelerado. Congratulamo-nos e incentivamos o uso adequado da tecnologia para facilitar a formação de capital e proporcionar aos investidores novas oportunidades de investimento. Estamos particularmente esperançosos de que a inovação nesta área facilite levantamentos de capital justos e eficientes para pequenas empresas. Também estamos conscientes de nossa obrigação de proteger os investidores e reconhecemos que as novas tecnologias podem oferecer oportunidades de má conduta e abuso ".

6. Os tokens isentos devem evitar a verbiagem de "investimento"

É fundamental que qualquer token que deseje ficar fora do escopo da decisão da SEC deve ter o cuidado de evitar a terminologia relacionada ao "investimento".

O relatório deixa claro que a SEC fez um pente fino na comunicação dos diretores da DAO à procura de linguagem que fez os compradores acreditarem que os tokens eram investimentos.

Qualquer comunicação de um emissor token, incluindo e-mail, é um jogo justo para o teste de investimento da SEC, e os distribuidores de token que procurem a isenção devem ter muito cuidado para evitar tal linguagem.

7. Tokens que oferecem utilitários podem não exigir registro

Alguns tokens que oferecem aos compradores uma utilidade específica com sua venda, como acesso a software ou uma plataforma, ou participar de um projeto podem ficar fora dos requisitos de registro.

A SEC se reserva o direito de avaliar cada token com base nos "fatos e circunstâncias" do propósito do token.

8. Os participantes da ICO devem obter assessoria jurídica para avaliar sua posição junto à SEC

É fundamental que os participantes das ICO procurem e obtenham advogados para ajudar a avaliar suas posições junto à SEC.

O relatório diz especificamente que a decisão da SEC representa:

"... um quadro baseado em princípios que pode se adaptar facilmente a novos tipos de tecnologias para criar e distribuir títulos".

Isso significa simplesmente que a SEC não criou qualquer teste de linha brilhante que possa ser aplicado a cada oferta de token, e qualquer pessoa que deseje emitir um token deve ter o cuidado de tomar conselhos legais e até mesmo entrar em contato com a SEC com perguntas específicas.


Siga-nos no Facebook