Primeiro CryptoTenge, agora em assosciação com o estado: Cazaquistão desperta para a criptomoeda

O Cazaquistão está considerando o licenciamento estatal de um grupo de lobby de Blockchain e de criptomoeda para promover o uso e a aceitação da tecnologia emergente.

Como a agência de notícias local Astana Times relata fazendo referência ao Kapital.kz, a Associação Blockchain e Criptomoeda solicitou o reconhecimento do governo do país como uma entidade legal para iniciar atividades oficiais.

O Cazaquistão já tomou várias medidas para investigar o potencial por trás do Blockchain e do Bitcoin, que parece adotar uma atitude mais tolerante, ao contrário da vizinha Rússia.

Em julho, um "pacto Blockchain" em conjunto com a plataforma russa Waves viu nos participantes o desejo de se tornar a "Cingapura do Blockchain".

O país também está patrocinando sua própria criptomoeda estatal, o CryptoTenge, um recurso digital vinculado ao fiduciário, que provavelmente funcionaria de maneira semelhante ao CryptoRuble da Rússia.

Ao mesmo tempo, no entanto, a criptomoeda como o Bitcoin parece ter um futuro mais solidário.

"Nosso principal objetivo é prescrever as regras do jogo no mercado Blockchain e de criptomoeda no Cazaquistão, juntamente com o regulador [Banco Nacional]", diz o Astana Times, citando o presidente da Associação, Yessin Butin.

"Não há empresas que operam no mercado Blockchain no Cazaquistão, mas há mais empresas que veem a promessa de tecnologia por si próprias".

A concorrência está aumentando entre as nações da CEI para encontrar a receita mágica da cripto, com abordagens contrastantes emergindo cada vez mais frequentemente.

Esta semana também viu que a Bielorrússia anunciar que potencialmente legalizaria as casas de câmbio de Bitcoin e tornaria as lojas aprovadas pelo governo mais amplamente disponíveis.

Butin acrescentou:

"As pessoas estão procurando uma alternativa e a encontram na forma de criptomoeda".


Siga-nos no Facebook