Primeiros mineradores ASIC para Grin chegam ao mercado, apesar de fork para impedir equipamento

Apesar de uma hard fork para impedir a mineração em ASIC, os primeiros equipamentos dedicados exclusivamente para mineração de Grin chegam ao mercado.

Os primeiros hardwares para mineração da criptomoeda Grin chegarão ao mercado ainda em agosto, segundo reportagem do portal 8BTC.

De acordo com a publicação, as fabricantes de ASIC Vidtoo, Innosilicon e Obelisk, já estão finalizando os detalhes dos primeiros mineradores para os algoritmos C29 e C31.

A Grin têm dois algoritmos, o C29 que produzirá 90% do bloco e o C31 produzirá apenas 10% dos blocos. 

A proporção de blocos produzidos pelo primeiro diminui em 1% a cada 8 dias, enquanto que o segundo aumenta em 1% segundo o plano. Depois de 2 anos (em janeiro de 2021), o C31 dominará toda a produção de blocos do Grin.

Os primeiros modelos de ASIC para a Grin chegarão em agosto, a G1 MINI e G1 PLUS, suportando ambos os algoritmos e com preços que variam de US$ 1950 (50 Gps) a US$ 19500 (500Gps).

32

Como reportou o Cointelegraph, a Grin já completou o primeiro hardfork até agora em sua mainnet. A bifurcação ocorreu na altura do bloco 262.080. 

E, embora as empresas tenham anunciado os primeiros ASIC para Grin, de acordo com um anúncio oficial do desenvolvedor da bhttps://br.cointelegraph.com/tags/cryptocurrencies, Quentin Le Sceller, a mais recente mudança na blockchain foi projetado para desencorajar a mineração através de ASIC.