Especialista em finanças Ric Edelman: 'Em algum momento teremos um ETF Bitcoin'

Um fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin (BTC) vai acabar chegando ao mercado de acordo com Ric Edelman, fundador da consultoria Edelman Financial Engines em entrevista à CNBC em 11 de fevereiro.

Edelman afirmou que um ETF de Bitcoin é "praticamente certo", e que "a única questão é quando", acrescentando:

"A Comissão de Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission - SEC) tem várias preocupações legítimas que o setor tem que superar, mas eu estou confiante de que elas serão vencidas. Em algum momento teremos um ETF de Bitcoin e é nesse momento que ficarei muito mais à vontade para recomendar aos investidores que participem".

Em geral, os ETFs são títulos que rastreiam uma cesta de ativos proporcionalmente representados nas ações do fundo. Um ETFde Bitcoin é visto por alguns como um "Santo Graal" para a criptomoeda e sua adoção.

Edelman disse: “A Fidelity fez um grande anúncio na questão da custódia. Temos o Kingdom Trust e vários outros jogadores muito sérios sedenros pela custódia. Estou confiante de que, em um período muito curto, a VanEck ou a Bitwise satisfarão a preocupação de custódia da SEC."

A SEC expressou anteriormente preocupação com a falta de uma cadeia de custódia segura, bem como com a governança em plataformas de negociação no exterior. Edelman afirmou ainda que coloca o Bitcoin na mesma categoria que o petróleo e o ouro, que ele disse serem “ativos comercializados globalmente além do alcance da SEC”.

Fundada em 2018, a Edelman Financial Engines foi formada pela fusão das empresas de consultoria Edelman Financial Services, LLC e Financial Engines Advisors, L.L.C. A Edelman Financial Engines opera como uma empresa de consultoria financeira, com US$ 205 bilhões declarados como ativos sob gestão.

Na mesma entrevista, Tom Lydon, editor-chefe do ETFTrends.com, afirmou que ele já notou um profundo interesse no Bitcoin ETF, dizendo ainda que "nós entrevistamos consultores o tempo todo. 74% dizem que conversaram com clientes sobre seus interesses no Bitcoin, então eles precisam se posicionar quando isso acontecer, porque esse dinheiro vai para outro lugar". Edelman concluiu:

“Tecnologicamente, a regulamentação pode acontecer amanhã. Não há motivação particular porque os "poderes que esrão aí" na indústria de fundos não têm incentivo para abrir mão de sua participação de mercado."

Em janeiro, a Chicago Board Options Exchange, junto com a empresa de investimentos VanEck e a empresa de serviços financeiros SolidX, entrou com um pedido junto à SEC por uma mudança de regra para listar um ETF de Bitcoin, pedido esse que havia sido retirado anteriormente. Um porta-voz da CBOE disse à Cointelegraph que a decisão de retirar seu pedido foi o resultado da paralisação do governo dos Estados Unidos.