Estrategista blockchain da FedEx vê o trabalho conjunto como chave para desenvolver modelos de negócios blockchain

Um executivo sênior da FedEx, empresa americana de serviços de entrega, não está convencido dos benefícios da tecnologia blockchain em sua forma atual, informou em 20 de maio a Commercial Appeal, agência de notícias de Memphis.

Em uma nova entrevista, o estrategista de blockchain dedicado da empresa, Dale Chrystie, disse que a FedEx continua pragmática sobre a blockchain, apesar de seus esforços anteriores para integrá-la.

Tal como está, os processos convencionais que cobrem o aspecto da base de dados de expedição das suas operações são superiores, pelo menos em parte devido à fase nascente da blockchain.

"Para estourar a bolha, não é nosso banco de dados único, não é nosso melhor banco de dados, atualmente não é muito rápido nem muito escalável nem muito maduro, certo?", disse Chrystie.

Suas palavras ecoaram as do CEO da FedEx, Fred Smith e do CIO Rob Carter, cujos comentários anteriores sobre a blockchain o Cointelegraph informou no ano passado e no mês passado, respectivamente.

Enquanto defende os padrões de toda a indústria e a aceitação da nova tecnologia, Carter entende que a maior parte do progresso ainda está por ocorrer.

"Esta tecnologia ainda está em seus primórdios, mas tem um imenso potencial para transformar o comércio transfronteiriço, reduzindo o atrito e aumentando a integridade em como as coisas se movimentam ao redor do mundo", escreveu Carter em um post no LinkedIn de abril.

Chrystie concordou com a necessidade de cooperação.

“Sim, todo mundo quer gerar receita com essa tecnologia, mas todos nós teremos que trabalhar juntos para que ela seja construída. É por isso que me refiro à blockchain como uma luta coletiva”, acrescentou. Chrystie continuou:

“Uma vez construída, muitas pessoas serão capazes de descobrir um modelo de negócios para ela. No momento, ela não foi construída.”

Como o Cointelegraph relatou, vários testes em grande escala estão em andamento - ou já foram concluídos - focando o papel da blockchain nas cadeias de suprimento e transporte internacional mais amplamente.

Por seu turno, a FedEx se uniu ao ecossistema blockchain da empresa Hyperledger em setembro de 2018, enquanto um ano antes, tornou-se membro do Blockchain Research Institute, sediado no Canadá.