Federal Reserve: lançamento de futuros de Bitcoin levou ao tombo nos preços de dezembro de 2017

O Federal Reserve Bank de São Francisco divulgou uma Carta Econômica em 7 de maio, sugerindo que o declínio do Bitcoin (BTC) após seu pico de US$20.000 foi o resultado do lançamento do mercado de futuros de Bitcoin.

A carta do Federal Reserve diz que "o rápido aumento e subsequente queda no preço após a introdução dos futuros não parece ser uma coincidência" e "é consistente com o comportamento comercial que normalmente acompanha a introdução de mercados futuros para um ativo."

O preço mais alto do Bitcoin coincidiu com a introdução dos futuros de Bitcoin pela Chicago Mercantile Exchange (CME) em meados de dezembro do ano passado. Uma semana antes, a Bolsa de Opções do Conselho de Chicago (CBOE, na sigla em inglês) também lançou o Bitcoin Futures, embora o volume de negócios estivesse baixo, diz o estudo.

De acordo com a carta, os investidores otimistas que apostam que o preço subiria foram os únicos impulsionadores do aumento do Bitcoin. O crescimento constante dos preços atraiu mais otimistas que, por sua vez, aumentaram ainda mais a demanda.

Os pessimistas não dispunham de instrumentos disponíveis para reduzir o Bitcoin e lucrar com a aposta no declínio de preços até que os futuros de Bitcoin fossem introduzidos. A nova oportunidade de investimento causou uma queda na demanda no mercado Bitcoin do dia seguinte e subseqüentemente baixou o preço.

"...O lançamento dos futuros de Bitcoin permitiu que pessimistas entrassem no mercado, o que contribuiu para a reversão da dinâmica de preços do Bitcoin."

A carta sugere que o preço do Bitcoin não entrou em colapso durante a noite após o lançamento dos futuros pela CBOE e pela CME devido ao volume de negociação relativamente baixo do Bitcoin no mercado de futuros.

De acordo com a carta, os preços futuros do Bitcoin dependerão da demanda e da adoção da criptomoeda pelas instituições financeiras tradicionais como “garantias, um meio de pagamento ou um investimento direto”.

"Se uma criptomoeda diferente se torna mais amplamente usada como meio de troca nos mercados atualmente dominados pelo Bitcoin, a demanda por Bitcoin pode cair rapidamente, porque esses mercados tendem a vencer."

Na semana passada, um ex-diretor do Federal Reserve disse que, se ele tivesse sido escolhido como presidente do Fed em vez de Jerome Powell, ele teria apresentado um grupo de trabalho para considerar uma moeda digital federal.