Facebook contrata dois especialistas em compliance da Coinbase

A gigante de redes sociais Facebook incorporou dois novos especialistas em compliance. Os profissionais trabalharam anteriormente na Coinbase, principal exchange de criptomoedas dos Estados Unidos.

Mikheil Moucharrafie se juntou ao Facebook como responsável pela área de compliance após quase quatro anos de trabalho na Coinbase. Na exchange, Moucharrafie ocupou cargos como analista de suporte e de qualidade, investigador de sigilo bancário (AML)/lavagem de dinheiro, gerente de compliance e gerente de risco.

Jeff Cartwright passou quase cinco anos na Coinbase como gerente de compliance, chefe de auditoria interna e diretor de risco regulatório e exames. Antes de ingressar na Coinbase, Cartwright esteve envolvido na consultoria de AML da KPMG e nas investigações de compliance de AML do Goldman Sachs. No Facebook, Cartwright ocupará a posição de gerente de política e compliance.

Conforme informado em março pelo Cointelegraph, o Facebook começou a contratar funcionários do PayPal antes dos rumores de lançamento de sua criptomoeda. A empresa começou a integrar funcionários dedicados à blockchain no ano passado, sob supervisão de David Marcus, ele próprio ex-presidente do PayPal. Agora, cerca de 20% dos 50 membros da equipe vêm da plataforma de pagamentos, grupo do executivo chamado “PayPal Mafia” do início dos anos 2000.

Naquele mesmo mês, a sede do Facebook em Menlo Park, Califórnia, abriu cinco novas vagas em seu departamento de blockchain. A empresa aparentemente buscava dois gerentes de produto, um cientista de dados, um engenheiro de software e um gerente de operações de negócios para se juntar à sua equipe de blockchain.

Recentemente, foi divulgada a notícia de que o Facebook adquiriu os direitos da marca registrada "Libra" para seu projeto secreto de criptomoedas. Uma fonte familiarizada com o assunto confirmou que o Facebook está recrutando empresas financeiras para desenvolver sua própria criptomoeda e que o codinome nome do produto é Libra.