Facebook diz que não tem blockchain, que teme pressão dos reguladores e que pode não lançar o Libra

O Facebook afirmou aos investidores, em seu último relatório trimestral, que seu projeto de stablecoin, o Libra, pode nunca ser lançado devido a pressão dos reguladores, conforme publicou o Cointelegraph Japão em 29 de julho.

 A gigante das redes sociais, delcarou em um documento na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), que o “Libra foi submetida a escrutínio rigoroso por governos e reguladores em várias jurisdições e espera-se que tal pressão continue.”

"Além disso, existem incertezas significativas na aceitação de tais moedas. Portanto, não há garantia de que o Libra ou nossos produtos e serviços relacionados estarão disponíveis em tempo hábil, ou nem mesmo se estarão disponíveis. Não temos criptomoeda nem tecnologia blockchain. Muita experiência pode ter um impacto negativo em nosso desenvolvimento e marketing de sucesso desses produtos e serviços", diz o documento.

Segundo a publicação, um porta-voz do Facebook disse em comunicado à CNBC que a empresa vai trabalhar abertamente com todas as partes envolvidas até o lançamento do produto, "Sabemos que o processo de lançamento do Libra será extremamente longo. Não podemos fazê-lo sozinhos. A colaboração com reguladores, formuladores de políticas e especialistas é fundamental para o sucesso do Libra", teria dito.

"Estamos no processo há algum tempo, não importa quanto tempo leve para resolver as preocupações dos reguladores e de outros especialistas e eleitores, e então encontrar o melhor caminho a seguir", garantiu na semana passada Mark Zuckerberg, criador do Facebook.

Zuckerberg também destacou que todos as empresas colaboradoras do projeto devem atuar conjuntamente e que a pressão dos reguladores já era prevista, "Teremos que resolver esses problemas", disse. O documento completo do Facebook entregue a SEC pode ser lido aqui.

Como reportou o Cointelegraph, a corretora on-line Monex Group Inc., proprietária da exchange cripto japonesa hackeada Coincheck, planeja se juntar ao projeto de criptomoedas do Facebook. O CEO do Monex Group, Oki Matsumoto, anunciou que a companhia apresentou um pedido para se juntar à Libra Association durante uma coletiva de imprensa sobre os resultados financeiros do Monex no segundo trimestre de 2019.