EY contratada para ajudar a desenvolver plataforma de negociação de vinhos finos em blockchain

Uma plataforma de negociação de investimentos em vinhos finos baseada em blockchain escolheu a EY, empresa de auditoria do Big Four, para fornecer serviços de tecnologia para a sequência da iniciativa.

A tecnologia WiV permite que os clientes negociem garrafas e caixas de vinho premium, com a origem, a qualidade e o valor dos ativos certificados em uma blockchain constantemente atualizada.

Em um comunicado de 12 de agosto, a EY diz que os vinhos serão tokenizados através dos tokens não-fungíveis ERC-721 dentro da plataforma.

Poupando custos e tempo

Contratos inteligentes são usados para rastrear a propriedade do vinho e o histórico de transações, e as propriedades de cada vinho são armazenadas como metadados detalhados.

Os vinhos são garantidos em um depósito alfandegado, e acredita-se que os investidores poderão negociar e vender esses ativos “por uma pequena porcentagem do custo e do tempo necessários anteriormente”. Tommy Nordam Jensen, CEO e fundador da WiV Technology, disse:

“Os vinhos finos são ativos totalmente comercializáveis, e é de vital importância que a proveniência seja protegida, porque a proveniência é a única maneira de provar o verdadeiro valor de um vinho sem realmente abrir a garrafa. Atualmente, muitos vendedores de vinho buscam desacelerar os processos, devido à imensa quantidade de documentos que papel devem ser verificados manualmente a cada etapa, reduzindo massivamente o tamanho potencial do mercado. ”

Em maio, a EY também começou a fornecer sua solução em blockchain para uma nova plataforma que ajudará os consumidores asiáticos a determinar a qualidade, proveniência e autenticidade dos vinhos europeus importados.