EY, auditor do Big Four, provê solução blockchain para nova plataforma de rastreabilidade de vinhos

A empresa do Big Four da auditoria Ernst & Young (EY) está fornecendo sua solução proprietária blockchain para uma nova plataforma importante que ajuda os consumidores da Ásia a determinar a qualidade, a procedência e a autenticidade dos vinhos importados da Europa. A notícia foi revelada em um comunicado de imprensa oficial da EY em 23 de maio.

A plataforma de e-commerce, batizada Tattoo, foi desenvolvida para a Blockchain Wine Pte. Ltd. usando a solução blockchain OpsChain da EY, que foi lançada no segundo trimestre de 2018. Conforme relatado, a solução é o carro-chefe da blockchain da EY, permitindo que transações seguras e privadas ocorram na rede pública Ethereum (ETH) usando a tecnologia prova de conhecimento zero (ZKP).

Ernst & Young's (EY) Blockchain Tools

De acordo com o comunicado de imprensa, Tattoo é um acrônimo para rastreabilidade, autenticidade, transparência, comércio, origem e opinião (em inglês) e a oferta foi desenvolvida com foco nos mercados consumidores de vinho na China, Japão, Coreia do Sul, Tailândia e Singapura.

A Tattoo Wine Platform conta com o apoio da grande adega asiática The House of Roosevelt, que supostamente implementará a plataforma para suas vendas de vinho para hotéis, restaurantes, cafés e direto ao consumidor. Além disso, planeja alavancar o suporte da plataforma para contratos inteligentes para permitir vendas de cliente para cliente para colecionadores de vinhos com grau de investimento.

Como destaca o comunicado de imprensa, a solução de e-commerce desenvolvida pela EY para o Tattoo aborda a proveniência e a qualidade do vinho para várias entidades - incluindo produtores, distribuidores, fornecedores de logística e seguradoras - além de criar um ecossistema tokenizado para fins de logística e vendas.

Os tokens podem, assim, supostamente ser usados ​​“para comprar e vender vinho, programar e rastrear remessas, monitorar armazenagem e entrega e providenciar e rastrear cobertura de seguro de remessas de vinho”.

A blockchain do Tattoo permite que os membros do ecossistema acompanhem cada lote de vinho para monitorar e verificar sua autenticidade e manuseio, digitalizando um código QR exclusivo, que fornece dados sobre os vinhedos, informações sobre fertilizantes agrícolas e histórico de manuseio.

A EY observa que sua solução para o Tattoo usa o padrão de token ERC-721 como modelo para gerenciamento de cadeia de suprimentos, inventário de pedidos e outros processos e que o módulo de rastreabilidade de ativos da OpsChain possibilitou a tokenização de mais de 11 milhões de garrafas de vinho para diversos clientes.

Em abril, a EY lançou uma versão privada de teste beta de sua nova ferramenta Smart Contract Analyzer para a rede pública da Ethereum, bem como uma versão atualizada de seu Blockchain Analyzer e um protocolo ZKP.