ExxonMobil, Chevron e outras cinco empresas formam Consórcio Global Blockchain de Petróleo e Gás

Sete empresas globais de petróleo e gás, incluindo as gigantes da indústria norte-americana, ExxonMobil e Chevron, firmaram parceria para criação de um consórcio blockchain, de acordo com um comunicado divulgado em 26 de fevereiro.

Oil & Gas Blockchain Consortium, residente no Comitê de Operadores Offshore (OOC), pretende conduzir provas de conceito (PoC, na sigla em inglês) para explorar e aplicar os benefícios da blockchain, além de contribuir para a adoção global da tecnologia. 

De acordo com o comunicado, o consórcio representa a primeira iniciativa do gênero na indústria de petróleo e gás nos Estados Unidos.

Os membros fundadores incluem a Chevron e a ExxonMobil, duas das dez maiores empresas de petróleo e gás do mundo com base nas receitas de 2017 de US$ 237 bilhões e US$ 134 bilhões, respectivamente. O conselho da OOC também inclui a ConocoPhillips, a Pioneer Natural Resources, a Hess, a Norwegian Equinor e a espanhola Repsol.

Rebecca Hofmann, presidente do conselho de diretores da OOC, disse que a criação do consórcio é um passo importante para estabelecer uma base para padrões orientados à blockchain, estruturas e capacidades na indústria de petróleo e gás.

Em 25 de fevereiro, a Vakt, uma plataforma blockchain de pós-negociação para petróleo, inscreveu quatro novos clientes que se juntaram a apoiadores iniciais, como a BP, a Shell e a Total, além das gigantes da indústria Chevron, Equinor e Reliance Industries. Projetado para melhorar o comércio de commodities e reduzir a burocracia, a Vakt foi lançada em novembro de 2018.

No início de fevereiro, o ex-executivo do JPMorgan Chase, Etienne Amic, foi apontado como o novo CEO da Vakt, com o objetivo de trazer sua experiência direta em negociação de commodities para a plataforma.